Buscar

Pontos da reforma trabalhista podem ser revertidos


Aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada por Michel Temer no dia 13 de julho, a reforma trabalhista continua em negociação. Temer teria negociado com parlamentares da base para enviar uma medida provisória alterando a matéria. A perspectiva é que, mesmo se o Palácio do Planalto não negociar agora mudanças na reforma, isso pode acontecer na Câmara e no Senado.

Sobre o tema, a ONG Repórter Brasil conversou com 12 pesquisadores, advogados, sindicalistas, juízes, procuradores e auditores críticos à reforma para saber quais alterações poderiam ser feitas para preservar minimamente a dignidade do trabalhador.Quer saber mais sobre essas possíveis alterações?

Clique aqui e confira a íntegra da reportagem

reforma trabalhista

Fonte: PT no Senado

#reformatrabalhista