Buscar

Covid-19 e Saneamento - Olhar de Pesquisadores Independentes


Um documento conduzido por pesquisadores independentes mostram como o saneamento básico (água e esgoto) tem um papel na proliferação no novo coronavírus.

O estudo não foi conduzido por pesquisadores do Instituto Trata Brasil, portanto, as dúvidas em relação a este documento devem ser endereças para os pesquisadores que formataram o documento.

Nota sobre saneamento básico no Brasil:

O país ainda tem 35 milhões de pessoas em acesso à água potável, dessa forma, são pessoas que não possuem este recurso básico para a higienização correta recomendada pelas autoridades médicas. Ainda, 100 milhões de pessoas vivem em localidades sem acesso à coleta dos esgotos, o que significa que estas pessoas estão vulneráveis em relação a outras doenças (diarreia, leptospirose, dengue, malária, esquistossomose, e outras), comprometendo o sistema imunológico e, sobretudo, o desenvolvimento de crianças. Em 2018, números do DATASUS mostram que o país contabilizou mais de 233 mil internações por doenças de veiculação hídrica, sendo quase 50% em crianças de 0 a 5 anos. O saneamento básico é vital para uma boa saúde e a manutenção do meio ambiente.

CLIQUE AQUI PARA VER A CARTILHA

Fonte: Trata Brasil

#COVID19