Buscar

Queda das vendas em dezembro desmascara “fake news”


O varejo caiu 0,1% em dezembro contrariando as estimativas de crescimento de vendas de Natal. A expectativa do setor empresarial era de um crescimento de 0,2% em dezembro. Na época, setores empresariais “venderam” números muito superiores.

No final do ano, a Alshop (Associação dos Lojistas de Shopping divulgou um crescimento de 9,5%, os “melhores números desde 2014”, segundo a entidade. Os dados foram endossados pela propaganda do governo, com ajuda de setores da mídia.

“Esse já é conhecido como o Governo Fake News. Não tem notícia na história um Governo que tenha mentido tanto para o povo. Mentiram na eleição e continuam mentindo durante o Governo. Mais uma mentira desmascarada. A farsa da recuperação econômica!”.

A “fake news” já havia sido contestada pela Associação Brasileira dos Lojistas Satélites (Ablos), grupo composto por varejistas de médio e pequeno porte. Para a Ablos, os números seriam apenas uma estimativa, sem base na realidade objetiva.

Os indicadores divulgados pelo IBGE expõem mais uma evidência da fragilidade da recuperação econômica vendida pelo governo. A queda de 0,1% em dezembro em relação a novembro significa que o varejo interrompeu sete meses seguidos positivos.

A queda das vendas no mês do Natal veio na contramão da expectativa do mercado. Economistas citados pelos jornais estimavam uma alta de 3,3% nas vendas do final de ano.

Fonte: PT no Senado

#Bolsofake