Buscar

10 momentos em que Bolsonaro perdeu o controle


Ele até pode tentar disfarçar, mas a verdade é que ele explode sempre que alguém discorda dele

Bolsonaro bem que tenta se segurar, mas a verdade é que ele perde o controle fácil, fácil. Melhor: ele explode sempre que alguém discorda dele.

E quando essa bomba-relógio é acionada, o Bolsonaro que os marketeiros tentam

disfarçar aparece com força total.

Aí é um salve-se quem puder!

Acompanhe 10 momentos em que Bolsonaro perdeu o controle.

1. Chamou a deputada Maria do Rosário de “vagabunda”.

Machista – como já provou ser em diversas ocasiões – Bolsonaro agrediu a deputada Maria do Rosário e a chamou de “vagabunda”. Para completar, Bolsonaro ainda disse que não a estupraria porque “ela não merecia”!

2. Sempre que um repórter o questiona sobre sua prisão no Exército, Bolsonaro perde o controle.

Em 2016, quando um repórter da Folha de S.Paulo perguntou para Bolsonaro sobre sua prisão por ter planejado um atentado a bomba no Exército, foi o candidato que explodiu.

Ele não gosta de tocar no assunto, mas a verdade é que ele foi preso, sim! Ele é chamado de “embusteiro”, “covarde”, “canalha” e “contrabandista” nas Forças Armadas. Confira essa história aqui.

3. Quando é mulher e jornalista, Bolsonaro se irrita mais ainda.

Bolsonaro xingou uma repórter da Rede TV de “idiota” e “analfabeta”, só porque ela perguntou a ele sobre o Golpe Militar de 64, e afirmou: “você está censurada”.

Depois da entrevista, ele continuou ofendendo a jornalista e terminou dizendo: “estou cagando pra você”.

4. E ele não apenas discute com a imprensa; ameaça também!

Além de xingar, Bolsonaro gosta de ameaçar a imprensa. Ele diz que, “quando chegar lá, a mídia vai ver só”.

5. Na Câmara, perdeu a “compostura”, mostrando o quanto é homofóbico.

“Sai, viado. Vai se foder, porra”, foi o que disse, na Câmara dos Deputados, Jair Messias Bolsonaro.

6. O deputado se utiliza da sua imunidade parlamentar para dizer qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo!

Na Câmara, já disse frases como “vai queimar tua rosquinha”, mas, sempre que pode, também diz que não é homofóbico.

7. Bem à sua maneira, mostra o “respeito” que tem pelos direitos humanos.

E novamente fala sobre “rosquinhas”. É obcecado por “rosquinhas”!

8. Para Bolsonaro, “a única coisa boa do Maranhão é o presídio de Pedrinhas”.

E dá uma olhada no vídeo para ver o que ele fala para quem discorda dele.

9. Seguranças tiveram que segurar Bolsonaro para que ele não batesse em adolescente.

Em um evento, adolescente faz uma pergunta que Bolsonaro não gosta e o deputado manda o menino “calar a boca”. Ele foi se esquentando e os seguranças tiveram que segurar Bolsonaro para que ele não batesse no adolescente.

10. Bolsonaro se irrita até com os eleitores.

Nem os eleitores escapam da sua ira.

Fonte: O Brasil Feliz de Novo

#Bolsonaro