Buscar

Caiado recebeu R$ 500 mil de associado de Bumlai


O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) é um dos políticos que nas eleições de 2010 se beneficiaram de doações de Natalino Bertin, um associado do pecuarista José Carlos Bumlai em negócios privados. Bumlai foi preso pela Polícia Federal em investigações da Operação Lava Jato.

As informações foram divulgadas pelo portal eletrônico da revista “Veja” na sexta-feira (11). A doação a Caiado teria sido de R$ 500 mil, segundo citação em agenda de Natalino apreendida pela PF durante buscas em São Paulo, três semanas atrás.

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) teria recebido do dono do grupo Bertin outros R$ 1 milhão.

Com cerca de 35 mil empregados, o grupo atua na área de infraestrutura, fornecimento de equipamentos e expertise em segurança do trabalho, energia, agronegócio, hotelaria e alimentação.

“Os investigadores ainda irão analisar as informações para descobrir se os recursos foram, de fato, repassados aos políticos. O passo seguinte será descobrir se as doações foram registradas na Justiça Eleitoral ou se foram realizadas por meio de caixa dois”, afirma a reportagem da revista.

A agenda registra em suas anotações os valores combinados, parcelas pagas em dinheiro vivo e data de cada entrega aos políticos.

Fonte e foto: Agência PT de Notícias - por Márcio de Morais

#politica