Buscar

Representantes do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional buscam apoio junto à Assem


A presidente do Comitê de Ética do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 12ª Região (Crefito 12), Dra. Lila Teixeira Janahú, esteve reunida, na manhã desta segunda-feira (15) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), com a deputada estadual Conceição Sampaio (PP) em busca de apoio para demandas de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais.


De acordo com Janahú, a classe ainda busca isonomia em relação aos demais profissionais da saúde e também a inserção de Núcleos de Funcionalidade no Estado. “A redução da carga horário dos fisioterapeutas de 30h para 20h traria igualdade entre os profissionais e seria uma questão de justiça, pois os fisioterapeutas acabam trabalhando diretamente com esforço físico e ficando eles mesmos doentes depois. Outra questão que trouxemos foi a implantação de núcleos de funcionalidade com profissionais inteirados com as dificuldades dos pacientes em termos apoio do Estado, familiar e de transporte à fisioterapia, por exemplo, o que ajudaria muito na recuperação dos pacientes”.


Conceição Sampaio mostrou empenho pelas solicitações do Conselho, lembrando que o apoio à classe já acontece por parte da Assembleia e reconheceu a importância da inserção dos núcleos. “No último concurso já conseguimos o aumento de profissionais da área aqui na Assembleia, mas precisamos ainda destes núcleos para otimizar o atendimento principalmente aos deficientes e já fizemos a indicação ao Governo do Estado. Além disso, temos buscado muito o apoio aos fisioterapeutas com a realização de audiências públicas para tratar da questão da carga horária e outras demandas ”, afirmou.


Na oportunidade, a deputada recebeu o projeto que defende e justifica as solicitações dos fisioterapeutas para serem discutidas entre os parlamentares posteriormente.

Foto: Deputada estadual Conceição Sampaio (PP) recebeu a Dra. Lila Teixeira Janahú, que busca apoio para demandas de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais

Fonte: Agência de Notícias da Aleam / Rede Mundo

#politicas