Buscar

Chuva de gols e resultados surpreendentes marcam os 32 primeiros jogos da Copa


Com metade das partidas já disputadas, torneio chega à última rodada da primeira fase com média de gols bem acima das edições anteriores e festa nas 12 cidades-sede


A segunda rodada da primeira fase chegou ao fim neste domingo (22.06) e a Copa do Mundo de 2014 já coleciona classificações surpreendentes, quedas antecipadas e goleadas históricas. A partir desta segunda-feira, com o início da terceira rodada, os jogos do mesmo grupo passam a ser disputados em horários simultâneos, para que nenhuma seleção entre em campo já sabendo o resultado dos adversários da chave. Até quarta-feira, estarão definidos todos os classificados para as oitavas de final.


Com 32 dos 64 jogos realizados até agora, o Mundial no Brasil tem média de gols de 2,93. O Grupo B - com Holanda, Chile, Austrália e Espanha - tem a incrível média de 4,25 gols por jogo. A média do Mundial do Brasil é ainda mais surpreendente se analisarmos os números das duas últimas edições do evento. Na Alemanha-2006, a média foi de 2,29 gols por jogo. No último Mundial, na África do Sul, em 2010, o número caiu para 2,26, a segunda pior da história das Copas. Até agora, a média de gols da Copa de 2014 é a mais alta desde o Mundial de 1970, que teve 2,96 gols por jogo em média.


Até o momento, 94 gols foram marcados: 49 na primeira rodada e 45 na segunda. Irã e Grécia são as únicas seleções que não conseguiram marcar sequer um gol. Mesmo assim, ambas ainda têm chances de classificação. Holanda e França dividem o posto de melhor ataque do Mundial, com oito gols marcados cada. Os franceses, no entanto, levaram apenas dois gols, um a menos que os holandeses. As melhores defesas são as de México e Nigéria, que ainda não foram vazadas.

Portal da Copa / Rede Mundo

#esporte