top of page
Buscar

Discussão sobre o retorno às aulas presenciais conta com participação do Legislativo Paraense


Deputada Nilse Pinheiro Foto: Yeda Loiola (AID/Alepa)

Com o intuito de discutir orientações e diretrizes a serem tomadas no retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino no Pará, a representante do Legislativo Estadual no Conselho Estadual de Educação (CEE), deputada Professora Nilse Pinheiro, participou de reunião extraordinária no Conselho Educação. Com a chegada da pandemia de Covid-19 no Pará, as aulas presenciais no Estado foram suspensas em 18 de março de 2020.


Durante a reunião, que ocorreu no início de julho com a Secretária de Estado de Educação, Elieth Braga, foi apresentado o Plano de Retorno às Aulas e Atividades Presenciais para as Unidades de Ensino da Rede Pública Estadual, que prevê a realização de aulas presenciais com escalonamento em 25%, 50% e 100% do total de alunos de cada turma.


Todo o planejamento procura seguir as medidas de prevenção contra o coronavírus, incluindo definição sobre estrutura, rotina administrativa, pedagógica e educacional das escolas para adequada adaptação ao retorno.


A deputada Professora Nilse, Procuradora Especial da Mulher e primeira – secretária na Mesa Diretora na Alepa, afirmou que o plano seguirá todas as atualizações de bandeiramento no estado.


“Foram dadas todas as orientações que vão ser implementadas nas UREs [Unidades Regionais de Educação] e USEs [Unidades Seduc na Escola] do Estado, colocando, em primeiro lugar, a proteção da vida de nossos alunos e nossos professores. As aulas serão presenciais e híbridas nesse primeiro momento, e seguindo todos os protocolos. Se houver alguma mudança em relação ao bandeiramento, logicamente será feita uma revisão”, explicou.


“É uma expectativa muito grande, sobretudo para o Ensino Médio, que precisa dessas aulas presenciais diante da proximidade do Enem. Como sempre digo e defendo, nada substitui o professor na sala de aula, e precisamos recuperar o tempo perdido com prudência e segurança para toda a comunidade escolar”, concluiu a parlamentar.


Medidas


Entre as medidas previstas no plano de retorno às aulas da Seduc, estão a higienização regular de superfícies propícias à disseminação do vírus como mesas e carteiras; disponibilização de máscaras; a proibição de compartilhamento de objetos, como copos e garrafas térmicas entre os alunos; além de orientações específicas aos pais, responsáveis e aos docentes.


Além das atividades determinadas pelo plano, envolvendo principalmente as medidas de segurança contra o novo coronavírus, serão traçadas estratégias de acompanhamento dos alunos para evitar a evasão escolar.

*Com informações da Ascom da deputada.

Comentarios


bottom of page