top of page
Buscar

Com mercado crescente, Egito busca avançar na parceria com o Brasil


Após a abertura de mercado do Egito para o algodão brasileiro, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, recebeu o embaixador egípcio Wael Aboul Magd para avançar nas relações comerciais entre os países. No último ano, as exportações brasileiras para o país africano cresceram 41%, enquanto as importações tiveram incremento de 18%. “O fortalecimento desta relação comercial, que se traduz em mais oportunidades e empregos para os brasileiros e reflete diretamente na nossa economia, é consequência da melhoria da relação diplomática entre Brasil e Egito com o presidente Lula abrindo os caminhos para o diálogo entre os países”, explicou o ministro. O Egito tem se tornado cada vez mais um importante fornecedor de fertilizantes à base de potássio, com capacidade de dobrar sua comercialização. Milho e cana de açúcar são os produtos mais comprados e, a partir deste ano, o algodão brasileiro poderá entrar no rol das exportações. Além da relação comercial, parcerias de cooperação técnica foram discutidas durante a reunião na sede do Mapa. Foto: Informações à Imprensa imprensa@agro.gov.br

Após a abertura de mercado do Egito para o algodão brasileiro, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, recebeu o embaixador egípcio Wael Aboul Magd para avançar nas relações comerciais entre os países. No último ano, as exportações brasileiras para o país africano cresceram 41%, enquanto as importações tiveram incremento de 18%.


“O fortalecimento desta relação comercial, que se traduz em mais oportunidades e empregos para os brasileiros e reflete diretamente na nossa economia, é consequência da melhoria da relação diplomática entre Brasil e Egito com o presidente Lula abrindo os caminhos para o diálogo entre os países”, explicou o ministro.


O Egito tem se tornado cada vez mais um importante fornecedor de fertilizantes à base de potássio, com capacidade de dobrar sua comercialização. Milho e cana de açúcar são os produtos mais comprados e, a partir deste ano, o algodão brasileiro poderá entrar no rol das exportações. Além da relação comercial, parcerias de cooperação técnica foram discutidas durante a reunião na sede do Mapa.


Fonte: imprensa@agro.gov.br

Yorumlar


bottom of page