Buscar

Sinésio Campos considera ‘presente de grego’ aumento de 16,76% na tarifa de energia no Amazonas


O aumento na tarifa de energia elétrica de 16,76%, a partir desta quinta-feira (1), na conta dos consumidores amazonenses, foi tema do pronunciamento do deputado Sinésio Campos (PT), na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). O parlamentar considera a majoração um ‘presente de grego’, haja vista que grande parte das térmicas locais consome o gás natural de Urucu, em Coari (a 650 km de Manaus).

O deputado lembrou que somente uma parte da energia utilizada no Estado é obtida por meio do Sistema Interligado Nacional (SIN), conhecido como Linhão de Tucuruí. A justificativa da Amazonas Distribuidora de Energia é que o Amazonas tem custos de compra de energia com a parte do Estado interligada e com a parte isolada, afora os custos com o risco hidrológico que também impactaram o reajuste.l

Mesmo assim, Sinésio Campos defende que a tarifa de energia do Estado do Amazonas não deveria ter esse aumento abusivo. “O momento é propício para fazermos essa discussão sobre o aumento da energia, inclusive saber efetivamente quanto às térmicas consomem de gás natural, que vem do linhão, etc.

Como presidente da Comissão de Minas e Energia da Aleam, Sinésio Campos, disse que vai propor esse debate na Casa Legislativa, a exemplo do que fez recentemente, uma Audiência Pública para discutir com os atores envolvidos no processo os constantes aumentos dos combustíveis.

Fonte: Aleam

#SinésioCampos #energia