Buscar

Prêmio Fandango Caiçara: conheça os habilitados


Felipe Varanda/Divulgação

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), divulgou nesta segunda-feira o resultado final da fase de habilitação do Prêmio Fandango Caiçara, Patrimônio Cultural do Brasil 2018. A premiação tem como objetivo reconhecer e valorizar as representações simbólicas do fandango caiçara, por meio da premiação de mestres e mestras cuja trajetória de vida tenha contribuído de maneira fundamental para a transmissão e continuidade da expressão cultural.

Também serão premiados grupos cuja trajetória e atuação contribuam de forma exemplar para a valorização, difusão e transmissão do fandango caiçara às novas gerações. Serão concedidos 16 prêmios, totalizando o valor de R$ 130 mil. O fandango caiçara – registrado pelo Iphan em novembro de 2012 como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro – é uma expressão musical-coreográfica-poética e festiva, cuja área de ocorrência abrange o litoral sul do estado de São Paulo e o litoral norte do Paraná.

Possui uma estrutura bastante complexa e se define em um conjunto de práticas que perpassam o trabalho, o divertimento, a religiosidade, a música e a dança, prestígios e rivalidades, saberes e fazeres. O Fandango Caiçara se classifica em batido e bailado ou valsado, cujas diferenças se definem pelos instrumentos utilizados, pela estrutura musical, pelos versos e toques.

Fonte: MinC/Foto - (Crédito: Felipe Varanda/Divulgação)

#FandangoCaiçara