Buscar

Ancine divulga primeiros 12 filmes selecionados no "Encontros com o Cinema Brasileiro"


A Agência Nacional de Cinema (Ancine) recebeu 58 inscrições para a sexta edição do programa "Encontros com o Cinema Brasileiro", que ocorrerá entre os dias 17 e 19 de julho e 30 de julho e 1 de agosto, no Rio de Janeiro (RJ). Nesta semana, a agência divulgou a primeira lista dos doze títulos selecionados que o curador Raul Nino Zambrano, do Festival Internacional de Cinema Documentário de Amsterdã - IDFA, verá entre 17 e 19 de julho, no Centro Cultural do Banco do Brasil, no Rio.


O programa tem o objetivo de aumentar a visibilidade do cinema brasileiro no mercado internacional e é uma iniciativa da Ancine, do Ministério das Relações Exteriores (MRE) e apoio do programa Cinema do Brasil. Ele traz ao país os curadores dos principais festivais internacionais de cinema do mundo para que possam conhecer os filmes brasileiros de produção independente que estão ficando prontos para fazer suas estreias internacionais dentro do período de realização destes eventos.


No momento, está em andamento a sexta edição do programa que trará pela segunda vez ao Brasil representantes do Festival Internacional de Cinema Documentário de Amsterdã - IDFA (Raul Nino Zambrano, de 17 a 19 de julho), do Festival de Havana (Ivan Giroud, de 30 de julho a 1º de agosto), e do Festival de Roma (Marco Müller, de 24 a 26 de julho).


O encontro aceitou inscrições de longa-metragem já finalizados e inéditos fora do território nacional. Também foram aceitas obras ainda não totalmente concluídas, mas com corte provisório e capazes de serem projetadas em formato 35mm ou Blu-Ray. As inscrições foram encerradas em 7 de julho.


Confira a lista dos selecionados:

"Ato, Atalho e Vento", de Marcelo Masagão (Agência Observatório)

"Branco Sai, Preto Fica", de Adirley Queirós (Cinco da Norte)

"Campo de Jogo", de Eryk Rocha (Aruac Filmes)

"O Estopim", de Rodrigo MacNiven (TVa2 Produções)

"Homem Comum", de Carlos Nader (Jah Filmes)

"Meu Nome é Agora, Elza Soares", de Elizabete Martins Campos (IT Filmes, Comunicação e Entretenimento)

"A Nação que Não Esperou por Deus", de Lucia Murat (Taiga Filmes)

"Noite" de Paula Gaitán (Aruac Filmes)

"Sem Pena", de Eugenio Puppo (Heco Produções)

"Tudo por Amor ao Cinema", de Aurélio Michiles (Aurora Filmes)

"Urtiga", de Alberto Bellezia (Maranduva Filmes e Videofilmes)

"A Vizinhança do Tigre", de Affonso Uchoa (Katásia Filmes)


História

A primeira edição do programa foi realizada em junho de 2013. Desde então, já ocorreram cinco edições, que trouxeram ao Brasil representantes dos festivais de Roma, Havana, Veneza, San Sebastián, Locarno, Sundance, Roterdã, Berlim, IDFA (Amsterdã), BAFICI (Buenos Aires) e Cannes (Seleção Oficial e Quinzena dos Realizadores).


Nas edições anteriores, foram selecionados títulos como "Castanha", de David Pretto, para o Festivald e Berlim e de Buenos Aires; e "Tatuagem" de Hilton Lacerda, foi selecionado para o Festival de Havana, entre outros.

Assessoria de imprensa do Ministério da Cultura - Cecilia Pinto Coelho, com informações da Ancine / Rede Mundo

#cultura