Deputado Nenem Almeida diz que, se necessário, sindicatos irão às ruas protestar contra medida de Bolsonaro

26-Apr-2019

 O deputado Nenem Almeida (SD) usou a tribuna durante sessão desta quinta-feira (25) para falar acerca da Medida Provisória 873 aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). O documento, que determina novas regras para o recolhimento da contribuição sindical, tem gerado manifestações por parte dos sindicalistas em todo o país.

 

O parlamentar classificou a medida como um golpe e uma tentativa do presidente de calar o movimento sindical no país. Disse ainda que, apesar de vários sindicatos terem entrado com ações na justiça requerendo o recolhimento das mensalidades, Bolsonaro proibiu que o montante fosse repassado.

 

“Essa medida é algo muito grave. É um ataque covarde feito numa sexta-feira de carnaval, o que a torna inconstitucional. Vários estados entraram na justiça com liminares e o presidente, não satisfeito, se colocando acima da justiça, desrespeita e mantém a paralisação dos repasses aos sindicatos”, lamentou.

 

Neném Almeida acrescentou que o presidente pretende aprovar a Reforma da Previdência de qualquer jeito, desrespeitando o trabalhador brasileiro. Também destacou que estão tentando a todo custo enfraquecer o movimento sindicalista e afirmou que o grupo não vai baixar a cabeça e, se necessário, eles irão às ruas protestar contra essa medida.

 

“Eu, na condição de sindicalista, quero dizer que não vai ter dinheiro que nos impeça de ir às ruas, de vir a esta Tribuna lutar pelos trabalhadores. Nós iremos às ruas para lutar por eles. O Bolsonaro está praticando uma espécie de golpe nos sindicatos. Proíbe os bancos públicos de repassarem o dinheiro aos sindicatos, e ao mesmo tempo oferece 40 milhões em Emendas Impositivas, afim de aprovar essa reforma”, concluiu.

 

Fonte: Agência Aleac- por Andressa Oliveira 

Please reload

Posts Relacionados
Leia também...
Please reload

Please reload

© 2019 por Rede Mundo

  • Twitter App Icon
  • Facebook App Icon
  • Google+ App Icon