Institutos de pesquisa vão receber R$ 190 milhões para modernizar laboratórios

30-Aug-2016

 O total de 21 institutos de pesquisa vinculados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) vão receber mais de R$ 190 milhões da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

 

O recurso é destinado para investir em equipamentos, na modernização dos laboratórios multiusuários e na contratação de pessoal qualificado.

 

Os projetos foram selecionados por meio de um edital, que teve o resultado final divulgado na última terça-feira (23). O investimento faz parte do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e deve ser liberado no prazo de cinco anos.

 

Entre os institutos de pesquisa do MCTIC, o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) vai receber o maior montante: R$ 16,5 milhões. Os recursos serão aplicados nos laboratórios multiusuários e na

criação do laboratório de nanotecnologia.

 

Já o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), contemplado com R$ 7,5 milhões, vai investir no desenvolvimento e na manutenção dos sistemas computacionais (softwares científicos) de apoio às pesquisas.

 

Além disso, os projetos que utilizam o parque computacional do Centro de Processamento de Alto Desempenho, no Rio de Janeiro (Cenapad- RJ), e o supercomputador Santos Dumont também serão atendidos.

 

Tecnologia nuclear

 

Também incluído no edital da Finep, o Centro de Desenvolvimento de Tecnologia Nuclear (CDTN), vinculado à Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), vai receber R$ 15,7 milhões.

 

Os recursos serão aplicados na modernização de vários laboratórios multiusuários voltados para pesquisa nas áreas de saúde, meio ambiente, nanotecnologia, radiações e proteção radiológica. Além disso, 12 pesquisadores serão contratados.

 

"O projeto vem em boa hora. Uma ótima notícia nesse cenário de restrições orçamentárias", avalia o diretor do CDTN, Waldemar Macedo.

Pesquisas físicas

 

A Finep vai repassar R$ 12,8 milhões para o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) modernizar as técnicas de produção e caracterização de superfícies de monocristais e de materiais avançados, cristalografia, magnetometria, ressonância magnética nuclear, ressonância paramagnética eletrônica, altas energias e detectores de partículas.

 

Confira o resultado do edital. 

 

Fonte: Portal Brasil, com informações do MCTIC

Please reload

Leia também...
Please reload

Posts Relacionados

© 2020 por Rede Mundo

  • Twitter App Icon
  • Facebook App Icon
  • Google+ App Icon