Investimentos em defesa foram de R$ 900 milhões em 2003 para R$ 8,9 bilhões em 2013. Você sabia?

30-Nov-2015

Com Lula e Dilma, os investimentos em defesa cresceram dez vezes: de R$ 900 milhões em 2003 para R$ 8,9 bilhões em 2013. Muito mais do que isso: com Lula e Dilma, o Brasil conquistou pela primeira vez uma política de defesa à altura do protagonismo do país no cenário mundial.

 

Formulada pelo governo Lula e reiterada pelo governo Dilma, a Política Nacional de Defesa parte do princípio de que o Brasil é pacífico, mas não pode ser indefeso. É preciso garantir nossa soberania, nossa integridade territorial e nossas riquezas, como, por exemplo, os imensos campos do Pré-Sal, a Floresta Amazônica e as maiores reservas de água doce do mundo.

 

Para tanto, é indispensável dispor de Forças Armadas bem remuneradas e equipadas, o que levou os governos do PT a investirem cada vez mais na valorização do pessoal e em programa de capacitação da indústria de defesa que atenda às necessidades do país.

A aquisição dos 36 caças Gripen NG, de tecnologia sueca, segue a diretriz de consolidação da nossa indústria de defesa: 40% do desenvolvimento e 100% da montagem final das aeronaves estarão a cargo de empresas nacionais, com total transferência de tecnologia.

 

Com a Rússia, o Brasil firmou parceria no setor de defesa antiaérea: foram adquiridas cinco baterias de mísseis antiaéreos, também com transferência de tecnologia. Os equipamentos serão utilizados pelo Exército, pela Marinha e pela Aeronáutica.

 

Fonte: PT no Senado, com informações do Instituto Lula

Please reload

Leia também...
Please reload

Posts Relacionados

© 2020 por Rede Mundo

  • Twitter App Icon
  • Facebook App Icon
  • Google+ App Icon