Mulheres negras: protagonismo e representação

23-Jul-2015

 

Nesta quinta-feira, dia 23, às 17 horas, no Festival da Mulher Afro Latina Americana e Caribenha, que ocorre no Cine Brasília, na capital da República, a mesa Encontros, mostras e festivais: difusão da produção cinematográfica/audiovisual negra e africana vai discutir o racismo como fator de imposição de barreiras para a circulação da produção negra e africana no setor.

 

O Coordenador Geral de Articulação, Formulação e Difusão da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC), Lula Oliveira Sena, participa do debate, representando a SAv. Segundo o Coordenador, a Secretaria do Audiovisual entende que é importante investir em políticas que reduzam ou até eliminem a percepção cultural que faz com que o racismo se coloque nas entranhas do processo civilizatório mundial e no Brasil, em particular. "Esse investimento passa por uma construção de visibilidade e de formulações políticas para que o protagonismo da produção negra ganhe espaço na sociedade", ressalta.

 

Os encontros, mostras e festivais com foco nesse tema têm proporcionado uma grande diversidade de narrativas, com abordagens que fogem dos lugares comuns e dos estereótipos instituídos pelo racismo, garantindo visibilidade à produção audiovisual feita por negros.

 

O Festival

Com o tema "O Cinema Negro", o Festival Latinidades 2015 será realizado entre os dias 22 e 26 de julho, no Cine Brasília, com a proposta de debater o protagonismo e a representação das mulheres negras no cinema, colocando-as no centro de debates sobre políticas públicas para o audiovisual.

 

Os curtas e longas-metragens serão exibidos à tarde e à noite. As sessões de curtas começam às 14 horas, de quarta a sexta-feira, com produções cubanas e brasileiras. À noite, serão exibidos, entre outros, os longas "My Name is Now", estrelado por Elza Soares, "Nos Bastidores da Fama", da diretora Gina Prince-Bythewood, e "Jogo de Corpo – Capoeira e Ancestralidade", produção conjunta do Brasil e Namíbia. Todas as atividades do Festival têm entrada franca.

 

Fonte: MinC

Please reload

Leia também...
Please reload

Posts Relacionados

© 2020 por Rede Mundo

  • Twitter App Icon
  • Facebook App Icon
  • Google+ App Icon