IFAM fala sobre a possibilidade de expansão das atividades na capital e interior

19-Jun-2015

 

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) realizou nesta sexta-feira (19) uma Audiência Pública para debater a situação atual, as perspectivas, as demandas e as possibilidades de expansão do Instituto Federal do Amazonas (IFAM) no Estado. A propositura do evento foi do deputado estadual Sinésio Campos (PT).

 

O reitor do IFAM, professor Antônio Venâncio Castelo Branco e demais pró-reitores da instituição fizeram uma apresentação sobre a abrangência das atividades desenvolvidas no Amazonas e também em Roraima. A instituição atua em 20 municípios amazonenses e em três em Roraima.

 

No Amazonas, possui ainda 14 campi, 22 polos de educação à distância, cinco cursos de licenciatura, 17 mil estudantes matriculados, 1.712 servidores, mais de 300 bolsas de iniciação científica, 30 grupos de pesquisa (abrangendo desde a questão tecnológica até questões sociais), um núcleo de inovação tecnológica (possibilitando o registro de patentes), além da extensão acadêmica (que inclui uma incubadora para micro e pequenas empresas).

 

Dentre os desafios citados pelo reitor estão a questão da logística, já que poucos campi são integrados por via terrestre; da energia elétrica, cujos racionamentos nas unidades que não possuem geradores comprometem as aulas e atividades administrativas; melhoria no serviço de internet, que fica comprometido no período das chuvas; a dificuldade de levar matéria prima e equipamentos para as unidades em construção; a questão do acesso dos alunos aos campi, em função da pavimentação das vias e do transporte, já que a maioria fica afastado do centro das cidades; a ampliação das casas de apoio, onde os alunos oriundos de outras localidades ficam alojados; a ausência de programas de fixação dos servidores nas localidades onde são designados para prestar serviço; e a falta de um programa unificado de alimentação escolar.

 

Sobre as perspectivas de ampliação do IFAM no Estado, Antônio Venâncio Castelo Branco relatou que há uma procura significativa de prefeitos e parlamentares em levar uma unidade da instituição para suas cidades. Ele explicou que, no momento, houve uma “freada” na expansão em decorrência da crise econômica, mas que isso não impede que se possa desenvolver ações nestes municípios interessados; no entanto, deve existir uma contrapartida do governo municipal  como com doação de terras “cultiváveis e nuas”, de infraestrutura, de prédios. “Dependendo dessa predisposição podemos iniciar essas atividades”, explicou.

 

O deputado Sinésio Campos (PT) finalizou a Audiência Pública afirmando que a mesma teve “não só um efeito pedagógico, mas também de resolutividades” e informando que pretende fazer, ainda no segundo semestre de 2015, uma sessão especial em homenagem ao IFAM, valorizando servidores que se destacaram nas atividades oferecidas pela instituição ao povo do Amazonas.

 

Fonte: Agência de Noticias da Aleam

Please reload

Posts Relacionados
Leia também...
Please reload

Please reload

© 2019 por Rede Mundo

  • Twitter App Icon
  • Facebook App Icon
  • Google+ App Icon