Buscar

Síria denuncia à ONU e OMS efeitos das sanções externas no combate à covid-19


Ministro de Relações Exteriores da Síria, Walid Mualem, denunciou os efeitos das sanções dos EUA e União Europeia ao país - Don Emmert / AFP

Do Brasil de Fato - O Ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid AMuallem, se reuniu nessa segunda-feira (26) com o enviado especial da ONU para a Síria, Geir Pedersen. Na ocasião, o ministro sírio expôs ao organismo internacional como medidas unilaterais contra a Síria entram em conflito com a soberania da população do país.


O governo sírio também denunciou ao representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o Mediterrâneo Oriental, Ahmed Al-Mandhari, os efeitos das sanções impostas pelos Estados unidos e pela União Europeia nos esforços para oferecer serviços de saúde à população síria em meio ao combate contra a covid-19.


Durante a visita, a OMS doou cerca de 8 toneladas de insumos médicos para reforçar a resposta das instituições de saúde sírias em meio à pandemia. A ajuda inclui medicamentos, suprimentos e equipamentos médicos, três ambulâncias e cinco clínicas móveis para serviços de saúde para enfrentar a crise de covid-19.

Assista a reportagem em vídeo, realizada em parceria com a teleSUR: