Buscar

Manifestações apontam urgência do impeachment de Bolsonaro

Carreatas, atos e até protestos em bicicletas foram realizados em capitais e cidades do interior para mostrar a insatisfação do povo brasileiro com o governo genocida de Jair Bolsonaro. “Fora, Bolsonaro” foi o grito mais ouvido nas ruas, confirmando a queda de popularidade do atual presidente e a urgência do Congresso Nacional pautar o pedido de impeachment

Foto (Crédito: Guilherme Gandolfi/Fotos Públicas) Carreata pelo Impeachment de Bolsonaro em São Paulo

Os brasileiros foram às ruas neste final de semana, ocupando as principais avenidas das cidades do país em protesto contra Bolsonaro e seu governo de morte, fome e desemprego. Em balanço preliminar da CUT, foram realizadas carreatas em 87 cidades, incluindo 24 capitais e o Distrito Federal, número que se transformou em centenas até o final do dia, em defesa das vacinas, do auxílio emergencial, empregos e impeachment. Em Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife mais de mil carros participaram da carreata.

A manifestação em forma de carreata se deve à orientação dos organizadores, em respeito às regras de proteção sanitária. O protesto foi convocado pelos partidos de oposição, pelas frentes Brasil Sem Medo e Brasil Popular, CUT e demais centrais sindicais e entidades do movimento popular. Em algumas cidades, as carreatas foram acompanhadas por mobilizações de bicicletas e outros eventos simbólicos.

O pedido de impeachment de Bolsonaro marcou as manifestações em todas as capitais e cidades, expressando o crescente descontentamento da população com o atual presidente. “Pelas buzinas, faixas e cartazes, nos carros de som, a mensagem foi de que somente sem Bolsonaro no comando do Brasil, o país poderá sobreviver aos próximos tempos”, registrou o site da CUT.

“Fora, Bolsonaro” foi o grito mais ouvido nas ruas, confirmando a queda de popularidade do atual presidente e a urgência do Congresso Nacional pautar o pedido de impeachment. O Partido dos Trabalhadores é autor de quatro dos 62 pedidos junto à Câmara dos Deputados. Além da luta nas ruas, o PT defende a imediata abertura do impeachment de Bolsonaro pela Câmara dos Deputados.

A reação popular confirmou pesquisa do Datafolha divulgada na na sexta-feira (22) apontando a queda de popularidades de Bolsonaro. De acordo com a pesquisa, a minoria que considerava o governo bom ou ótimo está ainda menor. Caiu de 37% para 31%. A queda é a maior desde o início do governo de Bolsonaro. Fonte: Agência PT