Buscar

Festival Amazonas de Ópera entra na última semana de apresentações


Para quem quiser prestigiar as últimas apresentações do 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO), ainda há tempo. Nessa reta final do festival, o público poderá conferir as apresentações de “Alma”, “Mulheres da Ópera”, “Ópera Mirim” e “Mater Dolorosa”. Os espetáculos serão apresentados em diversas áreas da cidade, algumas abertas ao público e com entrada gratuita.

O FAO é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio master do Bradesco, via Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura. A abertura foi no dia 26 de abril e o evento segue com apresentações de ópera, recitais e concertos até esta quinta-feira (30/05).Nesta terça-feira (28/05) tem a segunda récita de “Alma”, ópera do compositor amazonense Claudio Santoro, às 20h, no Teatro Amazonas. A história se passa em São Paulo, nos anos 1920. O escritor João do Carmo ama a jovem Alma, que não o corresponde. A moça de 20 anos se apaixona por Mauro, um cafetão que a agride, obrigando-a a se prostituir em cabarés. Essa conturbada relação permeia a ópera, composta (música e libreto) por Santoro em 1985. O espetáculo conta com Corpo de Dança do Amazonas, Coral do Amazonas e Amazonas Filarmônica. A direção musical e regência ficam por conta do maestro Marcelo de Jesus.

Na quarta-feira (29/05), às 10h, na Fundação Doutor Thomas, vai haver a apresentação de “Mulheres da Ópera”. A apresentação conta com elenco estrelado, formado pelas sopranos Carol Martins, Elane Monteiro, Mirian Abad e Raquel de Queiroz; e as mezzo-sopranos Kelly Fernandes e Yana Stravaganzzi, que na apresentação são acompanhadas pelo pianista Pedro Panilha. O repertório é composto por trechos de óperas protagonizados por personagens femininos.

Ainda na quarta-feira (29/05), às 16h, no Ceti Zilda Arns (comunidade Jesus Me Deu) acontece a apresentação de “O Menino e os Sortilégios”, que faz parte da programação do projeto “Ópera Mirim”. Formado pelos artistas Fábio Retti e Fabiana Vasconcelos, o grupo Pequeno Teatro do Mundo vai apresentar a obra “L’enfant et les Sortilèges”, do compositor e pianista francês Maurice Ravel (1875-1937). Com 14 personagens manipulados, a obra traz enredo em torno de uma criança que enfrenta a revolta de bichos e objetos por sua preguiça diante dos deveres de casa.

No mesmo dia, às 20h, é a vez da reapresentação do espetáculo “Mater Dolorosa”, no palco do Teatro Amazonas. Propondo uma reflexão crítica sobre a crise global da produção de plástico e da poluição, “Mater Dolorosa” nasce da releitura de “Stabat Mater”, do compositor italiano Giovanni Pergolesi, que retrata musicalmente a dor de Maria ao ver seu filho Jesus na cruz.

“Mater Dolorosa”. Foto: Michael Dantas/SEC

Para dar vida a essa obra, duas solistas sobem ao palco a soprano Dhijana Nobre e a mezzo-soprano Talita Azevedo, além do Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas. A regência da Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA) e a direção cênica são do maestro Átila de Paula.

E, encerrando a programação do FAO em grande estilo, acontece na quinta-feira (30/05), a última apresentação da ópera “Alma”, a partir das 20h, no Teatro Amazonas.

Sobre o Festival Amazonas de Ópera – O FAO começou no dia 26 de abril. Em 2019, o Festival celebra o centenário de nascimento do maestro e compositor amazonense Claudio Santoro. Compõem a programação do evento as óperas “Alma”, de Santoro; “Ernani”, de Giuseppe Verdi; “Maria Stuarda”, de Gaetano Donizetti; “Tosca”, de Giacomo Puccini; e “Mater Dolorosa”, baseada na cantata “Stabat Mater Dolorosa”, de Giovanni Pergolesi.

Os ingressos para o FAO 2019 estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e pelo site Bilheteria Digital (www.bilheteriadigital.com/teatroamazonas), com valores que vão de R$ 2,50 a R$ 60.

Sobre o Bradesco Cultura – Com centenas de projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do País, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte.

São eventos regionais, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, além do Teatro Bradesco em São Paulo. Fazem parte do calendário 2019 atrações como o musical “O Fantasma da Ópera” e o Natal do Bradesco, em Curitiba.

Fonte:Portal da Cultura do Amazonas

#22ºFestivalAmazonasdeÓpera