Buscar

Deputada do Amapá Cristina Almeida lança a campanha "Educar para combater o feminicídio"


A deputada estadual Cristina Almeida (PSB) fará o lançamento oficial da campanha "Educar para combater o feminicídio", no próximo dia 8 (sexta-feira), a partir das 15h, no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. A campanha educativa tem o objetivo de alertar a sociedade para o alto número de casos de feminicídio no Brasil, em especial, no Amapá, bem como buscar ferramentas para diminuir estas estatísticas. Feminicídio Feminicídio é uma circunstância qualificadora do crime de homicídio, previsto na Lei 13.104/2015. Crime contra a mulher por razões da condição de sexo feminino, com pena de reclusão de 12 a 30 anos; crime envolve a violência doméstica e familiar e o menosprezo ou discriminação à condição de mulher. No Brasil, uma mulher é assassinada a cada duas horas, taxa de 4,3 mortes para cada grupo de 100 mil pessoas do sexo feminino. Considerando o último relatório da Organização Mundial da Saúde, o Brasil ocuparia a 7ª posição entre as nações mais violentas para as mulheres de um total de 83 países. De cordo com a deputada, a campanha prosseguirá pelos quatro anos de suas atividades parlamentares, e neste primeiro momento, contará com a parceria do Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Fama e dos Idealizadores do Aplicativo "Safe Girl", ferramenta que classifica locais com risco de assédio às mulheres. "A campanha visa promover debates com educadores, alunos, acadêmicos, instituições e sociedade civil, ampliando assim os espaços de diálogos, propondo medidas de prevenção e combate à violência contra mulheres e meninas", explica a parlamentar. Serviço: Data: 08/03/2019 Horário: 15h Local: Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço ASCOM | Cristina Almeida

#aleamapá