Buscar

28 empresas são denunciadas por coação eleitoral pró-Bolsonaro


Foto - Crédito: Site - Lula.com.br

A Procuradoria Geral do Trabalho (PGT) já registrou 199 denúncias de coação eleitoral em 14 estados durante essas eleições de 2018, os dados são de um levantamento da Agência Pública com oMinistério Público do Trabalho (MPT), e mostram que a maioria das empresas denunciadas são pró-Bolsonaro.

Esse tipo de prática é caracterizada quando superiores ou donos de empresas buscam influenciar votos de seus subordinados. Foram registradas denúncias contra mais de 60 empresas no país. Como a PGT pode receber mais de uma queixa, o total foi de 199 denúncias. A região Sul concentra a maior parte das acusações, com 157 denúncias.

Foi possível concluir motivação eleitoral de coação em 57 das empresas acusadas, 28 delas são em favor do candidato Jair Bolsonaro, o restante ainda não há conclusão ou estão sob sigilo.

Os procuradores do MPT relatam que o alto número de denúncias é algo que não aconteceu antes, e a campanha dentro das empresas era feita através de emails, cartas, whatsapp, vídeos ou mesmo no corpo a corpo.

Um caso bem conhecido de coação eleitoral é o de Luciano Hang, dono das lojas Havan, que aparece em vídeo coagindo seus funcionários a não votarem no PT, com um discurso de ameaça. Hang foi condenado pela Justiçado Trabalho de Santa Catarina, que comparou a prática ao voto de cabresto.

Fonte: Agência PT de Notícias com informações da Agência Pública

#Eleição2018 #facknews #Bolsonaro