Buscar

Temer admite que Alckmin é o candidato do governo golpista


Foto: Beto Barata/PR

O golpista Michel Temer já falou publicamente que o candidato do governo ilegítimo é Geraldo Alckmin(PSDB), e ainda reforçou que a base aliada que ajudou a aprovar as reformas anti-povo, como a PEC do teto de gastos e a destruição da CLT, estará com o tucano caso eleito.

Em entrevista à Folha, Temer deixou bem claro que PSDB e MDB governaram juntos após o golpe que retirou Dilma Rousseff da presidência. Quando questionado sobre a atual base de seu governo, respondeu: “Evidentemente eu não iria obrigá-los a apoiar o candidato do governo —do MDB. Aliás, o Alckmin recebeu críticas porque tem o apoio de todos. Se você dissesse: ‘quem o governo apoia?’. Parece que é o Geraldo Alckmin, né? Os partidos que deram sustentação ao governo, inclusive o PSDB, estão com ele.”

Em outro momento, Temer afirma que espera ver Geraldo Alckmin manter seu legado que vai contra os interesses do povo. “O próprio Geraldo Alckmin, quando questionado sobre essas matérias, diz: ‘a reforma trabalhista é importante, tem que ser mantida’ etc.”, afirmou Temer.

Questionado se Alckmin seria de fato o candidato do governo, Temer respondeu que “pode vir a ser fato. Primeiro pelo que ouço ele declarar. Segundo porque esses que ajudaram a fazer as reformas vão estar no governo se ele ganhar. Quem for eleito não vai conseguir se afastar do que começamos”.

Fonte: Agência PT de notícias, com informações da Folha

#Foratemer #GeraldoAlckmin