Buscar

MP-AM denuncia 6 pessoas no caso da britânica morta no rio Solimões


mp

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Coari, apresentou à Justiça, nesta quinta-feira, 25 de janeiro, a denúncia contra os 06 homens acusados de participar do assassinato e receptar o material roubado da britânica Emma Kelty, em setembro do ano passado, quando a esportista fazia travessia de caiaque pelo rio Solimões, em trecho localizado no município de Coari

O Promotor de Justiça Weslei Machado, que assina o documento, denunciou Arthur Gomes da Silva, conhecido como “Bêra”, e Jardel Pinheiro Gomes, conhecido como “Kael”, pelos crimes de latrocínio, estupro, ocultação de cadáver e corrupção de menores.

Já Erinei Ferreira da Silva, o “Alfinete”, Elionai Cordovil da Silva e Valdenei Araújo de Mendonça, o “Bacural”, foram denunciados pelo crime de receptação.

Erinilson Ferreira da Silva, o “Nilsinho”, responderá pelo crime de posse de arma de uso restrito. Era dele a espingarda usada no crime pelo bando.

Na denúncia, o Promotor narra detalhes do assassinato da canoísta cometido na Praia do Boeiro, no município de Coari, local onde a britânica havia montado acampamento durante a jornada pelo rio Solimões. “Está-se diante de um dos crimes mais bárbaros cometidos no Brasil, o qual teve repercussão internacional”, afirmou o Promotor Weslei Machado.

Segue abaixo em anexo a denúncia do Ministério Público na íntegra.

Denúncia

Fonte: MP- AM

#mpam