Buscar

Autorizar processo contra Temer é unica saída


Deputados da Bancada do PT cobraram coerência dos deputados da base do governo diante das denúncias apresentadas pela Procuradoria Geral da República contra o presidente ilegítimo Michel Temer por corrupção passiva.

O deputado Pedro Uczai (PT-SC) lembrou que por muito menos – por um crime de responsabilidade que não ocorreu – a presidente Dilma Rousseff foi retirada da Presidência de “forma criminosa”. Sobre Temer, defendeu que não é preciso esperar que que o Judiciário julgue o caso. “Este Parlamento pode acolher e julgar as denúncias de crimes de responsabilidade praticados por Michel Temer”, sugeriu.

O deputado Wadih Damous (PT-RJ) disse haver elementos veementes para que a denúncia contra Temer não seja arquivada pela Câmara. “É preciso que a denúncia prossiga, que se autorize o Supremo Tribunal Federal a instaurar a ação penal e que Michel Temer se defenda. E, no mérito, ele demonstre sua inocência. O que não pode permanecer é a dúvida. Há elementos indiciários robustos para que a denúncia aqui tenha seguimento”, completou.

O deputado Assis Carvalho (PT-PI) classificou o discurso de Temer pela tevê como um sinal de completo desespero. “Fez um pronunciamento para se vitimizar e dizer que é alvo de uma denúncia por ilação, como se os fatos apresentados contra ele fossem apenas ficção”, protestou.

O deputado Valmir Assunção (PT-BA) ironizou o discurso do presidente ilegítimo que defendeu a necessidade de provas. “Lógico que tem que ter provas. Mas quando ele arquitetou o processo contra a presidenta Dilma, contra o povo brasileiro, contra a democracia brasileira, não quis saber de provas”.

Fonte: PT na Câmara/Foto: Edilson Rodrigues

#Foratemer