Buscar

Luiz Castro defende reforma política com urgência para tirar país do caos


Nesta quarta-feira (12), em pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado Luiz Castro (REDE) destacou a crise política que o país enfrenta. Segundo o parlamentar, a lista do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) mostra a importância de uma reforma política com urgência.

Na opinião de Luiz Castro, além da crise econômica que o Brasil enfrenta desde 2015, ainda há o descrédito das instituições político-institucionais, dos partidos políticos, crise na segurança pública, além de governantes, representantes legislativos, desde vereadores até senadores, passando pelos deputados estaduais e federais como alvo de suspeição.

“A corrupção vem de longe, só que era alojada, diferente de hoje que está generalizada, o que requer coragem para fazer às pressas uma verdadeira reforma política”, defendeu e ainda lembrou que os delatores da Odebrecht apontam os crimes que mais se repetem são os de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, formação de cartel e fraude em licitações.

Luiz Castro lembrou que ser investigado não significa, a priori, ser culpado. A própria Constituição garante a presunção da inocência (princípio da não-culpabilidade). No entanto, apontou que quando uma pessoa é investigada por um ministro da estirpe de Fachin, do Supremo Tribunal Federal, ela passa a ser alvo de suspeição.

Fonte: Aleam

#reformapolítica