Buscar

Sinésio Campos destaca ações visando impedir privatização da Amazonas Energia


O Amazonas é contra a privatização da Amazonas Distribuidora de Energia e a favor da reestruturação e modernização do setor elétrico na Região Norte. Foi o que afirmou, em discurso nesta sexta-feira (24), da tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado Sinésio Campos (PT), presidente da Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás e Energia.

O parlamentar informou que requerimento de sua autoria, chancelado pelo presidente da Casa, deputado David Almeida (PSD), e demais deputados, está sendo encaminhado a várias instituições, em níveis nacional e estadual, pedindo uma reavaliação da privatização do setor elétrico. O deputado lembrou que o documento também tem o aval das nove Assembleias Legislativas, que fazem parte do Parlamento Amazônico, presidido por ele.

Sinésio Campos observou que o objetivo é evitar, no Amazonas, o desastre que aconteceu com o setor elétrico no estado do Pará, após a privatização.

“Aumentaram muito a tarifa e o serviço ficou de péssima qualidade”, ressaltou o petista. Segundo ele, caso se concretize a privatização do setor elétrico no Amazonas, isso acarretará na demissão de 1.700 trabalhadores diretos e 4.000 indiretos.

Além do Senado Federal, o requerimento solicitando providência para impedir a privatização da Amazonas Energia está sendo enviado à Câmara dos Deputados, Presidência da República, Supremo Tribunal Federal, Governo do Estado do Amazonas, Ministério das Minas e Energia, Central Única dos Trabalhadores, Eletrobrás, Sindicato dos Urbanitários do Amazonas, Federação Nacional dos Urbanitários, entre outros.

Fonte: Aleam

#politica