Buscar

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica está com inscrições abertas


As inscrições para a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) estão abertas até o dia 31 de março. O objetivo da ação é levar as ciências espaciais para as salas de aula, despertando o interesse dos jovens. Podem participar estudantes do ensino fundamental e do ensino médio de escolas públicas e particulares. As provas serão realizadas em 13 de maio.

A Olimpíada é dividida em quatro níveis. Os três primeiros são para alunos do ensino fundamental e o quarto, para os do ensino médio. A prova é composta por dez perguntas: sete de astronomia e três de astronáutica. A maioria das questões é de raciocínio lógico. As

medalhas são distribuídas conforme a pontuação obtida em cada nível.

Os melhores classificados representarão o Brasil nas olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2017. Os participantes dessa edição ainda vão concorrer a vagas nas Jornadas Espaciais, que acontecem em São José dos Campos (SP), onde os participantes recebem material didático e assistem a palestras de especialistas.

Em 2015, a Olimpíada teve a participação de mais de 830 mil estudantes de quase 10 mil escolas de todo o País, além da colaboração de 64 mil professores.

Junto com a Olimpíada de Astronomia, também será realizada a Mostra Brasileira de Foguetes para avaliar a capacidade dos jovens de construir e lançar, o mais longe possível, foguetes feitos de garrafa pet ou de canudo de refrigerante, conforme o nível do aluno. Os estudantes do ensino médio que conseguirem os melhores lançamentos serão convidados para as Jornadas de Foguetes no final de 2016. Em 2015, a Mostra contou com a participação de 87 mil alunos.

A Olimpíada Brasileira de Astronomia é coordenada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e Agência Espacial Brasileira (AEB) em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Fonte: MCTI

#cienciaetecnologia