Buscar

Engenheiros iniciam testes com antena do Satélite Geoestacionário


Foram iniciados os testes de alinhamento dos cerca de 40 painéis da antena de comando do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGCD). O equipamento instalado em Brasília (DF), dentro da área do Sexto Comando Aéreo Regional (VI COMAR), teve a fase de montagem encerrada no dia 12.

Os testes, que começaram na terça-feira (19) e devem durar duas semanas, são realizados pelos engenheiros da fabricante, Thales Alenia Space, e também envolvem estudo de fotogrametria. As imagens são registradas à noite e posteriormente verificadas em software. Os resultados são usados para avaliar o alinhamento da antena para futuramente captar o sinal do satélite. Todo o processo é acompanhado por profissionais do Ministério da Defesa, da Telebras e da Visiona Tecnologia Espacial, uma joint-venture composta pela Embraer (51%) e pela Telebras (49%).

De acordo com a Telebras, a fase de montagem, além de muito importante dentro do processo de instalação da Estação de Controle do SGDC, é um trabalho muito delicado e difícil de ser implementado por se tratar de uma antena de alto desempenho. A instalação necessita ser bem sucedida uma vez que os requisitos técnicos de apontamento são bastante rígidos.

A antena tem 18 metros (m) de altura e 13 m de diâmetro e pesa 42 toneladas. Será usada para controlar o SGDC. O Satélite ficará posicionado a uma distância de 36 mil quilômetros da superfície da Terra, cobrindo o território brasileiro e o Oceano Atlântico. Uma segunda antena auxiliar no comando do artefato será montada no centro de operações secundário, localizado no Rio de Janeiro.

O projeto é uma parceria entre os ministérios da Defesa (MD), das Comunicações (MC) e da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que envolve investimentos da ordem de R$ 1,7 bilhão. A previsão de lançamento é para o segundo semestre deste ano, e a de operação, no começo de 2017.

Fonte: FAB

#cienciaetecnologia