Buscar

Formação de oficiais aviadores: o último dia de cadete


Foto: Felipe Barra

"É uma alegria muito grande poder me formar junto com minha turma e ao final desta semana poder jogar o meu quepe. É o dia que entra para a história da minha vida, vou guardar para sempre.” Foi assim que Gabriel Bôscoli dos Santos Alves da Silva, cadete declarado aspirante, primeiro colocado no curso de formação de oficiais aviadores resumiu a emoção de concluir uma etapa tão importante na vida de um militar. Bôscoli segue agora para Natal (RN), onde fará o curso de especialização operacional da aviação de caça.

A entrega de espadins, que simboliza o fim da trajetória de cadete e recebimento da espada de oficial, coroa a vitória dos jovens que se dedicaram a uma exigente rotina. E para os 181 jovens que completaram quatro anos de estudos na Academia da Força Aérea (AFA), na manhã desta sexta-feira (11), ficará para sempre na memória.

As tradições, ritos e canções da cerimônia emocionaram os formandos, familiares, amigos e todos que lotaram o Pátio de Formaturas da AFA. O ministro da Defesa, Aldo Rebelo, e o Comandante da Força Aérea, Brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato, prestigiaram a comemoração.

Em sua saudação aos formandos, o ministro Aldo destacou que a Força Aérea é uma instituição construtora e mantenedora da nossa independência e soberania. Para o ministro, os cadetes têm a honra e a responsabilidade de continuar a história de heróis como o marechal Casimiro Montenegro Filho, criador do Instituto Tecnológico da Aeronáutica e do Centro de Tecnologia Aeroespacial.

Foto: Felipe Barra

"A formatura das senhoras e dos senhores é a segurança e a garantia de que essa biografia, essa trajetória e esse compromisso continuarão a existir. A Força Aérea Brasileira continuará sendo um patrimônio da honra, da defesa e da construção do Brasil” concluiu o ministro.

Formaram-se hoje 110 oficiais aviadores, 45 oficiais intendentes e 24 oficiais de infantaria. Entre eles estão 22 mulheres, sendo 7 aviadoras e 15 intendentes. Também fizeram parte da turma dois aviadores peruanos como parte de um acordo de cooperação com nações-amigas.

Os formandos da turma Kratos também ouviram as palavras do Comandante da FAB, brigadeiro Rossato, que falou da importância da superação de desafios, dos valores cívicos e militares e reafirmou seu apoio aos cadetes “Estejam certos de que o Comando da Aeronáutica prestará o irrestrito suporte para desempenharem adequadamente suas atividades nas diversas áreas de atuação."

O comandante da Academia da Força Aérea, brigadeiro Saulo Valadares do Amaral, ressaltou o trabalho realizado pelos cadetes: "É um orgulho não só para nós, mas para cada um deles que durante quatro anos, se esforçou, se dedicou, cumpriu tudo aquilo que estava estabelecido nos nosso currículos tanto nos aspectos acadêmicos quanto militares, morais e cívicos. E é esse tripé que sustenta a formação do oficial brasileiro" diz o comandante.

Foto: Felipe Barra

Além da graduação no curso de formação de oficiais aviadores, intendentes e de infantaria, os aspirantes receberam dois diplomas de nível superior, tornando-se bacharéis em Administração Pública e bacharéis em uma das especialidades: Ciências Aeronáuticas, com habilitação em Aviação Militar; Ciências da Logística, com habilitação em Intendência da Aeronáutica; ou Ciências Militares, com habilitação em Infantaria da Aeronáutica.

Também estiveram presentes na solenidade, o comandante da Marinha, almirante Leal Ferreira; o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas; o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, almirante Ademir Sobrinho; os deputados federais Cabo Daciolo; Nelson Marquezelli; a prefeita de Pirassununga, Cristina Aparecida Batista; e o presidente da Câmara Municipal de Pirassununga, o vereador Alcimar Siqueira Montalvão.

Missão da AFA

A Academia da Força Aérea tem como missão formar Oficiais de Carreira da Aeronáutica dos Quadros de Oficiais Aviadores (CFOAV), Intendentes (CFOINT) e de Infantaria da Aeronáutica (CFOINF), desenvolvendo em cada cadete os atributos militares, intelectuais e profissionais, além dos padrões éticos, morais, cívicos e sociais, obtendo-se, ao final deste processo, Oficiais em condições de se tornarem líderes de uma moderna Força Aérea.

Saiba como ingressar na Academia da Força Aérea.

Fonte: Ministério da Defesa - por Adriana Fortes/ Foto: Felipe Barra

#mais