Buscar

Jovens atletas do Programa Forças no Esporte irão disputar Copa de Orientação


Crianças e adolescentes que integram o PROFESP durante a IV Copa de Inclusão Social

​Ruas, becos e vielas, restingas, dunas, coqueirais e praias. Some a esses cenários a leitura precisa do mapa, avaliação e escolha da rota, uso da bússola, concentração sob tensão, tomada rápida de decisões, corrida em terreno natural e controle da distância percorrida. Esse será o desafio de cerca de mil atletas que participarão da V Copa Nordeste de Orientação (COPANE) e da II Copa de Inclusão Social do Programa Forças no Esporte (PROFESP) do Ministério da Defesa.

Esse grande evento de Orientação, modalidade desportiva eminente militar, acontecerá de 30 de outubro a 1º de novembro. Serão três percursos no litoral norte da Bahia, na região da Praia do Forte e de Imbassaí, no município de Mata de São João, e em Subaúma, na região de Entre Rios.

Forças no Esporte

A II Copa de Inclusão Social do Programa Forças no Esporte de Orientação reunirá na Bahia cerca de 600 jovens que praticam a modalidade. A competição foi criada com a finalidade de despertar nas crianças e adolescentes, de 7 a 17 anos em situações de vulnerabilidade social, atendidas pelo PROFESP, a iniciativa, a coragem, a determinação e o espírito esportivo que a Orientação proporciona em seus praticantes.

A disputa também contribui para identificar futuros atletas que possam integrar a equipe brasileira de Orientação das Forças Armadas. Os jovens atletas irão competir em um percurso especial, em uma área paradisíaca da Bahia.

Sobre o PROFESP

Criado em 2003, sob a coordenação do Ministério da Defesa, o Programa Forças no Esporte, ajuda a melhorar a qualidade de vida de crianças e jovens carentes do Brasil. O Programa é realizado em parceria com os ministérios do Esporte, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, com o apoio das três Forças – Marinha, Exército eAeronáutica.

Inicialmente, o PROFESP atendia 400 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Em 12 anos, esse número aumentou 300%, beneficiando diretamente 16 mil jovens, em 74 cidades de 25 estados brasileiros.

Um dos objetivos do Programa é democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida.

O PROFESP compõe o esforço do Governo Federal em erradicar a miséria, reduzir a pobreza extrema do país e promover a inclusão social por meio do esporte.

Fonte: (Ascom) - Ministério da Defesa

#esporte