Buscar

Luiza Trajano será a nova representante da União no Conselho Público Olímpico


A empresária Luiza Helena Trajano, diretora-presidente do Magazine Luiza, será a nova representante da União no Conselho Público Olímpico, órgão de supervisão dos preparativos para os Jogos de 2016 no Rio de Janeiro. O anúncio foi feito nesta terça-feira (23), pela presidenta Dilma Rousseff, após participar de reunião sobre os preparativos para os Jogos Rio 2016. Trajano vai substituir o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles.

“Estamos indicando uma pessoa de altíssima qualidade. Uma mulher que é uma empreendedora, batalhadora e, sobretudo, com uma grande capacidade e eficiência, que é a Luiza Trajano. Ela está substituindo o doutor Meireles, que tinha pedido para se afastar por questões relativas à sua atividade”, explicou a presidenta.

Dilma destacou a importância do governo no Conselho Público Olímpico, que é composto por um representante da União, outro do estado (Leonardo da Cunha e Silva Espíndola Dia) e um do município (Maria Silvia Bastos Marques). “O governo federal é parceiro. É parceiro desses que lideram esse processo”, enfatizou.

Ela relatou que a reunião desta terça-feira contou com a presença do governador Luiz Fernando Pezão, do prefeito Eduardo Paes “e todo o pessoal, o Nuzman, todas as pessoas que integram tanto o Comitê Olímpico Brasileiro quanto todas as organizações que envolvem a organização da Olimpíada”.

Dilma Rousseff comentou ainda que os membros do conselho estão fazendo reuniões sistemáticas com foco bem específico. “São reuniões de trabalho. Não são reuniões para a gente ficar discutindo questões mais gerais. Nós resolvemos os problemas acumulados ao longo do mês. O que tiver de problema, nós resolvemos”.

O objetivo é identificar as dificuldades e resolvê-las, a fim de garantir a melhor Olimpíada, com a melhor organização, com a melhor qualidade, disse. Para isso, os encontros combinam a discussão sobre a eficiência de todo o processo e o gerenciamento das próximas etapas. “A gente olha quais vão ser os principais desafios pela frente e definimos o que fazer, tanto do ponto de vista do que é responsabilidade do governo federal, do que é responsabilidade do COB, do que é responsabilidade do governo do estado e da prefeitura”

.

Afirmou ainda que esta terça-feira foi um dia especial, “porque fizemos a despedida dos 600 atletas brasileiros que vão para o Pan-Americano de Toronto”. E que o legado da Copa não se restringe a obras de infraestrutura. Será também o fato de motivar mais brasileiros e brasileiras a perceberem a importância do esporte. “Além disso, é importante mostrar ao mundo Brasil que é capaz de organizar de forma eficiente, eficaz e além de tudo bonita, bela”.

Fonte: Blog do Planalto

#esportes