Buscar

Em maio, balança comercial tem saldo de US$ 2,8 bi, o maior do ano


A balança comercial começa a mostrar resultados favoráveis e encerrou o mês de maio com saldo positivo (exportações maiores que importações) de US$ 2,8 bilhões. Esse resultado é o maior registrado em 2015 e também o mais alto para os meses de maio desde 2012, quando houve um superávit de US$ 2,96 bilhões.

O desempenho de maio se deve às exportações de US$ 16,8 bilhões no mês, acima das importações que somaram US$ 14 bilhões. O saldo positivo contribuiu para reduzir o déficit comercial que acumulou US$ 2,3 bilhões negativos nos cinco primeiros meses de 2015. A estimativa é que o ano feche com superávit de US$ 4 bilhões.

As vendas externas são beneficiadas pela recente desvalorização do real frente ao dólar. Em maio, os destaques das exportações foram os óleos combustíveis (+134,8%, para US$ 172 milhões), os laminados planos (+102,4%, para US$ 179 milhões) e o açúcar refinado (+97,9%, para US$ 179 milhões).

A China vem consolidando com o principal mercado comprador de produtos brasileiros. Neste ano, os países mais importantes para as exportações do Brasil são: China (US$ 13,7 bilhões), Estados Unidos (US$ 9,7 bilhões), Argentina (US$ 5,2 bilhões), Países Baixos (US$ 3,8 bilhões) e Alemanha (US$ 2,4 bilhões).

Fonte: Portal Brasil

#economia