Buscar

Documentário passeia pelo universo do choro


O processo de aprendizado deste gênero tipicamente brasileiro - Foto diulgação

O documentário Nas Rodas do Choro passeia pelo universo do choro tendo como interesse principal o processo de aprendizado deste gênero tipicamente brasileiro.

O choro não seria o que é sem as informais rodas, responsáveis pela permanência do gênero e o surgimento de novos protagonistas. Partindo dessa premissa, o filme visita a cena carioca para mostrar que o gênero que consagrou Pixinguinha se mantém vivo e fresco.

É com os músicos sentados em círculo, em bares, praças ou mesmo no quintal, que o choro acontece. O documentário se constrói por meio de depoimentos e trechos de apresentações, praticamente sem recorrer a material de arquivo. O passado, que traz ar nostálgico, é resgatado por histórias contadas pelos entrevistados.

Dentre os veteranos, estão lá Carlinhos Leite eCésar Faria, que foram integrantes do lendário conjunto "Época de Ouro", conjunto criado porJacob do Bandolim na década de 1960.

Nomes como Joel Nascimento, Déo Rian, Bozó 7 Cordas e Odette Ernest Dias também marcam presença. Uma das rodas sagradas da década de 1970, que acontecia no bar Sovaco de Cobra, é rememorada por Luciana Rabello. Foi lá que ela e o irmão Raphael Rabello descobriram essa música.

Defendendo que o choro é uma expressão artística coletiva, informal e livre, o filme de Milena Sáilumina, de forma leve e envolvente, essa tão espontânea sonoridade brasileira. 50 min.

Fonte: EBC

#cultura