Buscar

Mobilização convoca população para debate sobre políticas públicas de saúde


Iniciativa trata-se de uma mobilização da sociedade civil para 15ª Conferência Nacional de Saúde.

O Ministério da Saúde e a Universidade de Brasília (UnB) criaram um projeto para escutar a opinião de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre políticas públicas de saúde e o papel das conferências de saúde e controle social, em todas as regiões do País. O projeto “Ouvidoria que vai ao cidadão - Rede integrada para a gestão da informação, comunicação em saúde e mobilização para a XV Conferência Nacional de Saúde” foi feito durante eventos sobre saúde, equidade e políticas públicas para populações vulneráveis, em todas as regiões do País.

Oito oficinas temáticas de preparação do projeto foram realizadas, centenas de participantes, de mais de 15 eventos, espalhados por oito estados foram escutados.

A iniciativa é uma articulação dos departamentos de Ouvidoria Geral do SUS (Doges) e de Apoio à Gestão Participativa (Dagep), da SGEP, e contribui com a mobilização popular para as fases da XV Conferência Nacional de Saúde (XV CNS).

Vídeo

O resultado consolidado do trabalho foi um relatório audiovisual que deve ser exibido durante eventos e encontros preparatórios para a Conferência apresentado, pela primeira vez, durante a 19ª Plenária Nacional de Conselhos, que aconteceu entre os dias 13 e 14 de abril, em Brasília (DF).

Espaço Virtual

Para além da produção desse material, a parceria entre o Ministério da Saúde e a UnB prevê a criação de um espaço virtual, que servirá como veículo de interação entre o usuário e o projeto, estimulando a participação e o controle social dentro do SUS, e servirá também como espaço de divulgação de suas atividades e manutenção do acervo audiovisual produzido. Todo o registro de áudio, como entrevistas e programas, serão veiculados pela Rádio Web Saúde da UnB.

“Para alcançar esse objetivo, elaborou-se um modelo teórico-metodológico e instrumentos de escuta qualificada para as oficinas nacionais que foram realizadas junto aos movimentos sociais e gestores do SUS. O Doges continuará atuando para a XV CNS no âmbito de suas atribuições, por meio de alguns serviços e contando com o apoio do Sistema Nacional de Ouvidoria”, disse Maria Moro, coordenadora geral do Sistema Nacional de Ouvidoria, do Doges.

Debate qualificado

Segundo Kátia Souto, diretora de Apoio à Gestão Participativa do Ministério da Saúde, a parceria com a UnB fortalece o papel de interlocução entre a sociedade e o Sistema Único de Saúde (SUS), por meio do Ministério da Saúde, e seus resultados contribuirão para a XV Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá entre os dias 1 e 4 de dezembro, em Brasília (DF).

“Estamos empenhados em cumprir a missão de escutar os cidadãos e cidadãs e debater a saúde como direito porque a participação popular é fundamental para apontar os avanços e desafios do SUS. Escutamos gestores, representantes de movimentos sociais e pesquisadores da Academia sobre o papel dos conselhos de saúde e das conferências e essa iniciativa contribuirá muito para o debate político durante a XV Conferência”, avaliou.

Fonte: Blog da Saúde

#mais