Buscar

Brasil lidera participação latino-americana no #MuseumWeek


El martes (24) será el día en que el público va a compartir sus recuerdos favoritos de estos museos con el hashtag #souvenirsMW  -Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com um total de 54 museus, o Brasil lidera a participação latino-americana na segunda edição do evento global #MuseumWeek. A América Latina teve 90 inscritas entre as 2.207 instituições de países de todos os continentes que participam do evento, que começou hoje (23) nas redes sociais e vai até domingo (29). A campanha é mundial e tem o objetivo de promover o intercâmbio online e a participação ativa dos visitantes.

A superintendente de Museus da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, Mariana Varzea, disse que o evento está, pela primeira vez, com forte e intensa participação, muito articulada do Brasil. Os quatro museus vinculados à rede do estado participam do movimento: o da Imagem e do Som (MIS), o do Ingá, o Antônio Parreiras e o da Moda-Casa da Marquesa de Santos.

Mariana destacou que o mais interessante, na iniciativa mundial, são os temas propostos pelos organizadores do #MuseumWeek. "[São assuntos] que “nos desafiam a refletir”. Nesta segunda-feira, por exemplo, os funcionários dos diferentes museus de todo o mundo, por meio da hashtag#secretsMW, compartilham informações e curiosidades sobre a parte que o público desconhece das instituições.

A rede cultural do estado do Rio de Janeiro optou por trabalhar sobre as áreas de conservação. Dados sobre reservas técnicas, áreas de montagem de exposições, croquis das exposições, áreas de vigilância de meteorologia e climatização das obras estão sendo compartilhados. “Os museus estão tentando mostrar coisas que estão por trás do seu trabalho, seus segredos.”

Cada dia haverá um tema diferente, atendendo ao que foi proposto pelos promotores do evento internacional. Amanhã (24), caberá ao público compartilhar as memórias que tem dos museus durante visitas às diversas exposições que fizeram, utilizando a hashtag #souvenirsMW. Os museus também poderão oferecer as lembranças relacionadas à instituição que estão à venda em suas lojas.

Na quarta-feira (25), a recomendação é que os museus exibam aspectos arquitetônicos do prédio e do seu redor, por meio da hashtag #architetectureMW. Na quinta-feira (26), o público homenageará o museu de sua preferência, usando a hashtag #inspirationMW, na qual selecionará os elementos que, em sua opinião, caracterizem a instituição.

Na sexta-feira (27), terão destaque as atividades oferecidas pelos museus às famílias por meio dahashtag #familyMW e, no sábado (28), o público será convidado a compartilhar obras ou ambientes que mais gosta de apreciar nos museus usando a hashtag #favMW. Para finalizar a semana de celebração cultural, visitantes e funcionários dos museus deverão postar fotos em que o museu é o pano de fundo, com a hashtag #poseMW.

O mais importante, reforçou Mariana, é o Brasil estrear nesse grande movimento global. “O público precisa se acostumar, os museus também, começando a participar, tentando dinamizar os assuntos.” Para Mariana, a partir de agora, os museus brasileiros poderão aumentar de modo significativo o número visitantes. "Pode aumentar a curiosidade do público. É uma forma de os museus se reconhecerem e se conhecerem. Às vezes, nós temos museus com afinidades de desafios e também de soluções.”

Mariana lembrou que esta é a primeira vez também que os museus têm a oportunidade de se colocar em uma rede mundial sobre assuntos, e não sobre técnicas ligadas à área profissional. “Interessantes principalmente para o público, que pode ter acesso a segredos e a uma informação que, a rigor, não é muito divulgada normalmente.”

Dos quatro museus ligados ao estado, três se encontram em fase de restauro (MIS, em construção na nova sede; o Antônio Parreiras; e o da Moda-Casa da Marquesa de Santos) e estão abertos apenas para pesquisadores. Mariana espera que o #MuseumWeek contribua para se colocar mais museus em rede, oferecendo ao público informações interessantes, para conhecer o funcionamento das instituições, de forma a atrair novos públicos e interessados na cultura museológica brasileira, que é muito rica”, concluiu.

A lista completa de museus participantes e a agenda de hashtags poderão ser encontradas na página da #MuseumWeek.

Fonte: Agência Brasil

#cultura