Buscar

Manaus sediará primeiro Seminário Internacional de Tecnologia e Sustentabilidade


A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) sediará o 1º Seminário Internacional de Sustentabilidade (Sintes). O evento é promovido pelo Grupo Italiano A21G, que reúne empresas da área de Engenharia e Arquitetura.

De 7 a 10 de abril de 2015, a programação será realizada na Escola Superior de Tecnologia (EST), localizada na Avenida Darcy Vargas, bairro Parque 10 de Novembro.

A organização do evento estima a presença de seis mil pessoas entre empresários e profissionais atuantes das empresas de Tecnologia da Informação, Telecomunicações, Mineração, Energia, Petróleo, Gás e Saúde.

O 1° Sintes trará para Manaus, durante três dias, um ambiente de ampla difusão de conhecimento, com o objetivo de introduzir novos produtos avançados na área de tecnologia e sustentabilidade ao mercado consumidor, por meio de seminários, oficinas e visitas técnicas.

A iniciativa pretende proporcionar grande interação de pesquisadores, estudantes, executivos e profissionais atuantes das empresas de Tecnologia da Informação, Telecomunicações, Mineração, Energia, Petróleo, Gás, e Saúde.

A programação contará com palestras, mini-cursos, workshop e visitas técnicas. Outro destaque ficará por conta da instalação de uma Mini Usina nas dependências da Escola Superior de Tecnologia (EST), para proporcionar aulas práticas sobre energia sustentável para os alunos da UEA.

"O objetivo é que todos os profissionais da área venham a discutir, por isso estamos convocando palestrantes de todas as áreas", disse a coordenadora do evento, Erleide Parente, da A21G. Na ocasião, também haverá exposição de trabalhos acadêmicos com conceitos de Sustentabilidade das mais diversas áreas do Conhecimento.

Exposição

O evento também contará com a 1ª edição da Feira de Exposição, espaço aberto ao público, destinado às empresas colaboradoras onde permitirá a demonstração de produtos e a divulgação da marca em estandes.

Além disso, os visitantes e convidados terão acesso à Arena do Conhecimento que proporcionará a oportunidade de participar gratuitamente de um circuito de apresentações curtas com temas inovadores, por meio de palestras e interação localizada no espaço da feira.

O seminário promoverá ambiente de ampla difusão de conhecimento, com objetivo de introduzir novos produtos avançados na área de tecnologia e sustentabilidade ao mercado consumidor, por meio de cursos, mesas redondas, oficinas e visitas técnicas que proporcionará grande interação de pesquisadores, estudantes e profissionais de diversas áreas.

Usina

Ainda durante o seminário, será doada à UEA uma pequena usina de energia renovável, como exemplo prático de sustentabilidade implementada por novas tecnologias. De acordo com um dos coordenadores do evento, Cristian Sartena, foi aprovado o plano para financiar 50% da Usina de Energia Renovável que será entregue à UEA.

"Esta usina possui um sistema fotovoltaico que é projetado e proporcionado com 6Kw/h de potência de pico, já que este tamanho fornecerá a máxima utilidade possível", comentou.

Ainda de acordo com Sartena, a UEA será a primeira instituição do Brasil a receber o sistema, o que se espera grandes benefícios com sua implementação, principalmente ao que concerne o avanço da tecnologia e inovação para a região amazônica.

"Tivemos a ideia de trazer a usina para a cidade de Manaus, pois sabemos que aqui existe uma preocupação com o avanço da tecnologia agregada à sustentabilidade, e dessa forma estaremos ajudando e apoiando este avanço, que acaba sendo importante para todos, pois o que acontece na região amazônica reflete no mundo todo", explicou o coordenador.

Entre as instituições parceiras do evento estão Câmara do Comércio Italiana, Ufam, Fapeam, Fieam, Sinduscon, Seduc, Semmas, Corecon/AM, Sebrae, Inpa, OAB/AM, CRO/AM, Crea/RR, CAU/RR, Fundação Amazônia Sustentável (Fas), Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), Instituto Federal do Amazonas (Ifam), CTI/Campinas, Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SDS), AEAEA, AEAA, Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam), Embrapa, CRMV/AM, CRA/AM, SJAM, Eletronorte, CRC/AM, Manauscult, Semulsp, INPI, UFRR e Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Fonte: UEA - Por Vanessa Brito.

#cienciaetecnologia