Buscar

Setor Mineral tem superávit de US$ 35,1 bilhões em 2014


As exportações do setor mineral brasileiro, que abrange a mineração (indústria extrativa, exceto petróleo e gás) e indústria da transformação mineral (metálicos, não metálicos e compostos químicos inorgânicos) superaram as importações em 2014, resultando em saldo comercial positivo em US$ 35,1 bilhões. No período, as exportações alcançaram US$ 47,4 bilhões e as importações US$ 12,32 bilhões. A participação das exportações do setor mineral no total das exportações brasileiras foi de 21% (somente as exportações de minério de ferro foram responsáveis por 11,5% do total das exportações brasileiras). Com referência apenas à mineração, em 2014, as exportações totalizaram US$ 29,2 bilhões, queda de 18,6%, com relação ao ano anterior, atribuída principalmente ao recuo dos preços dos mais representativos minérios da pauta de exportação, principalmente o minério de ferro, responsável por 88% dessas exportações. As exportações da mineração participaram com 13% do total das exportações brasileiras e 62% do total das exportações do setor mineral. As importações da mineração totalizaram US$ 7,6 bilhões, apresentando redução de 9,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. A queda dos preços dos principais minérios importados, principalmente carvão metalúrgico, potássio, cobre e rocha fosfática, também foi responsável pelo recuo, embora as importações desses minérios tenham registrado aumentos em volumes. No período, a arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) - os royalties da mineração - totalizou R$ 1,712 bilhão, o que representa queda de 28% em relação a 2013. Em 2014, foram expedidos 12.215 alvarás de pesquisa e 15.512 requerimentos de pesquisa, sendo que em 2013 foram expedidos 13.562 alvarás e 19.106 requerimentos. Entretanto, as concessões de lavra tiveram um aumento representativo, de 47,5%, com 261 concessões, contra 177 no ano anterior.

Foto: Crédito- Fotolia

Fonte: MME / Rede Mundo

#economia