Buscar

Cinema brasileiro marcará presença no Festival de Cinema de Roterdã, na Holanda


Cinco longas e um projeto já foram anunciados para a programação do evento, que começa no dia 21 de janeiro

O Festival de Cinema de Roterdã, que realiza a sua 44ª edição entre os dias 21 de janeiro e 1º de fevereiro, na Holanda, anunciou grande parte de sua programação oficial nos últimos dias. Apesar de este ano não termos representantes na disputa pelo Prêmio Tiger, cinco longas-metragens brasileiros foram selecionados para a programação das mostras Spectrum, dedicada ao cinema de caráter mais experimental, e Bright Future, que exibe filmes de realizadores que estejam realizando no máximo seus segundos longas-metragens. Para a mostra Bright Future foram selecionados os longas "O Touro", de Larissa Figueiredo; "Ela Volta na Quinta", de André Novais Oliveira; e "Prometo um dia deixar essa cidade", de Daniel Aragão. O filme de Daniel Aragão foi selecionado após ter sido assistido pelo curador do evento, Gerwin Tamsma, na 8ª edição do Programa

Encontros com o Cinema Brasileiro, em novembro passado, no Rio de Janeiro.

"Prometo um dia deixar essa cidade" também é um dos dez indicados ao Prêmio Big Screen, que oferece 10 mil euros para o apoio à distribuição do filme nos cinemas holandeses. Já a mostra Spectrum programou os filmes "O fim de uma era", de Bruno Safadi e Ricardo Pretti, e "Ventos de Agosto", de Gabriel Mascaro.

Projeto brasileiro no mercado de coprodução

O Brasil terá ainda um representante entre os selecionados para o mercado de coprodução do Festival, o Cinemart. O novo projeto do cineasta Fellipe Barbosa, "Gabriel e a montanha", um dos selecionados na Chamada Pública PRODECINE 05/2013 do Programa Brasil de Todas as Telas, cujo resultado foi anunciado em dezembro, concorre junto a outros 21 projetos aos três prêmios oferecidos pelo Cinemart, no valor total de 32 mil euros. Nos próximos dias a organização do Festival de Cinema de Roterdã deve anunciar o restante da sua programação. Há a expectativa pela presença de mais filmes brasileiros nas seções de curtas-metragens e em mostras paralelas de longas-metragens.

Fonte: Agência Nacional do Cinema / Rede Mundo

#cultura