Buscar

Política externa do segundo mandato continuará priorizando a América do Sul


Em seu discurso de posse a presidente Dilma Rousseff falou ainda sobre as ações que deverão balizar a política internacional de seu segundo mandato. Segundo ela, seu governo continuará lutando pela defesa da democracia, do princípio de não intervenção, do multilateralismo e do respeito à soberania das nações; pela solução negociada dos conflitos; pela defesa dos direitos humanos; e pelo combate à pobreza e das desigualdades.

Dilma afirmou que será mantida a prioridade à América do Sul, América Latina e Caribe, com empenho no fortalecimento do Mercosul, Unasul e Celac, "sem discriminação de ordem ideológica". Também será dada ênfase à relação com a África e os países árabes, com destaque para as parcerias com os Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

A presidente disse ainda que a importância econômica, política, científica e tecnológica de Estados Unidos, União Europeia e Japão também serão levadas em conta nas relações internacionais.

Fonte: Agência Câmara Notícias

#politica