Buscar

Pesquisadores e estudantes do Inpa são finalistas do Prêmio Jabuti com o livro Peixes do rio Madeira


A obra é resultado de quase dez anos de pesquisas e está dividido em três volumes, contendo mais de 1.000 páginas de textos e imagens sobre 736 espécies de peixes do rio Madeira

O livro “Peixes do rio Madeira”, uma produção coletiva que envolveu mais de 50 pesquisadores de instituições de pesquisas brasileiras e estrangeiras, dentre elas o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI), está entre os dez finalistas da primeira fase do 56º Prêmio Jabuti na área de Ciências Naturais. Jansen Zuanon, Efrem Ferreira, Lucia Rapp Py-Daniel e Geraldo Mandes dos Santos, da Coordenação de Biodiversidade (Cbio/Inpa), e diversos alunos e ex-alunos do Programa de Pós-Graduação em Biologia de Água Doce e Pesca Interior (Badpi/Inpa) estão entre os autores.

A fase final do Prêmio Jabuti acontecerá no próximo dia 16 de outubro, quando serão escolhidos os três primeiros lugares de cada uma das 29 categorias do prêmio. O Prêmio Jabuti é um dos mais importantes da literatura brasileira. É uma distinção que se dá ao seu ganhador e representa ser admitido em uma seleção de notáveis da literatura nacional.

Este é o segundo livro produzido com a colaboração de pesquisadores do Inpa que concorre ao Prêmio Jabuti em 2014. O livro “Bases bioquímicas e fisiológicas da nutrição: nas diferentes fases da vida, na saúde e na doença”, no qual os pesquisadores Jaime Aguiar e Lucia Yuyama (in memoriam) escreveram um capítulo que trata da importância da vitamina A, também está entre os dez finalistas ao prêmio, na área de Saúde.

“É uma satisfação enorme ter o nosso livro entre os 10 melhores da categoria. O esforço para realizar a obra foi grande, e é muito gratificante termos conseguido produzir este livro como resultado de um estudo de impacto ambiental. As informações reunidas no livro representam um legado fundamental para o conhecimento da ictiofauna da bacia do rio Madeira”, disse o pesquisador Zuanon.

De acordo com ele, a obra representa uma ferramenta para futuros estudos sobre os peixes do rio Madeira, servindo como registro histórico de sua ictiofauna antes da instalação dos empreendimentos hidrelétricos de Santo Antônio e Jirau, em Porto Velho (RO).

A publicação “Peixes do rio Madeira” é fruto de uma parceira entre a Santo Antônio Energia, a Universidade Federal de Rondônia (Unir), o Instituto de Estudos e Pesquisas Agroambientais e Organizações Sustentáveis (Ieapagro), o Inpa e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

O livro é resultado de quase dez anos de pesquisas e está dividido em três volumes, contendo mais de 1.000 páginas de textos e imagens sobre 736 espécies de peixes do rio Madeira. As informações utilizadas para a elaboração do livro foram obtidas durante os estudos ambientais referentes à construção da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, nas proximidades de Porto Velho, no rio Madeira. A obra está disponível na versão digital e pode ser acessada aqui.

Publicado pela Editora Dialeto Latin American Documentary, o livro foi organizado pelos pesquisadores Luiz Jardim de Queiroz, atualmente na Universidade de Genebra (UniGe); Gislene Torrente Vilara, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); William Massaharu Ohara, atualmente no Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP); Tiago Henrique da Silva Pires e Jansen Zuanon, ambos do Inpa; e Carolina Rodrigues da Costa Doria, da Universidade Federal de Rondônia (Unir).

Saiba mais

Em 2013, outros dois servidores do Inpa foram finalistas na categoria Ciências Naturais. O livro “Polinizadores no Brasil: contribuição e perspectivas para a biodiversidade, uso sustentável, conservação e serviços ambientais”, no qual um dos autores foi o técnico das Coleções de Invertebrados do Inpa, Thiago Mahlmann, obteve o 3º lugar. O pesquisador José Albertino Rafael foi finalista da primeira fase do prêmio, ao contribuir com a obra “Insetos do Brasil: Diversidade e Taxonomia”.

Foto: Daniel Jordano – Acervo Inpa

Fonte: Redação da Ascom-Inpa / Rede Mundo

#ambientes