Buscar

Uso de medicamentos à base de maconha


imgNoticiaBloco_1_1936548.jpg

No Brasil, os medicamentos canabidiol (CBD) e o tetra hidrocanabinol (THC), derivados da maconha, têm sido usados para tratamento de crises epilépticas, esclerose múltipla, câncer, fobia social e dores neuropáticas, mas só com autorização da Justiça. Esse é o tema do debate.

No Brasil, os remédios derivados da maconha só podem ser usados com autorização da Justiça

O drama de pessoas que sofrem com repetidas convulsões foi parar na Justiça. Somente ela podia autorizar a importação de um produto visto como única solução: o canabidiol. Mas a burocracia e a falta de medidas definitivas ainda ameaçam essas famílias. Tudo isso porque o canabidiol é derivado da maconha.

O uso medicinal da maconha já é realidade em diversos países, como Canadá, Holanda, França e Reino Unido. Nos Estados Unidos, a utilização de medicamentos à base dos princípios ativos da planta também é permitida em 20 estados.

O Expressão Nacional desta semana vai debater o uso medicinal do canabidiol e como resolver definitivamente o problema dos que precisam desse produto.

O Expressão Nacional, apresentado por Maristela Sant’Ana, é exibido ao vivo na TV, na Rádio Câmara e também pela internet no www.camara.leg.br/tv às 21h30 das terças-feiras.

Você pode mandar perguntas para o expressaonacional@camara.leg.br, para o 0800-619619 e para o twitter @xnacional.

Foto: Wikimedia Commons - Segurança pública - drogas - Maconha

Fonte: Agência Câmara — Maristela Sant'Ana / Rede Mundo

#mais