Buscar

Shows, saraus e cinema fazem parte do Mês da Cultura Independente em SP


Mês da Cultura Independente conta a participação de artistas nacionais e internacionais em uma série de espetáculos em diversos espaços da cidade de São Paulo. São mais de 40 atrações musicais, além de teatro, cinema e literatura. Os eventos começam hoje (6) e vão até o fim de setembro. “É um dos momentos especiais da nossa programação anual porque traz um panorama das artes, com convidados nacionais e internacionais, sempre abrangendo a diversidade de estilos e linguagens”, disse a diretora de eventos da Secretaria Municipal de Cultura, Karen Cunha.


Entre os shows nacionais, está em destaque a apresentação da cantora Céu interpretando Bob Marley e Arrigo Barnabé em homenagem ao compositor Lupicínio Rodrigues. Os rappers Emicida, com o showO Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui e KL Jay também fazem parte da programação. O nigeriano Sean Kuti, filho do Fela Kuti, tocará com a Banda Egypt 80 e a punk, Lydia Lunch , uma das maiores representantes da cena Underground de Nova York (EUA) dos anos 1970, também são atrações do festival.


No Parque Ibirapuera acontecerá a primeira edição do Sarau da Madrugada. Ao longo de todo o mês, nas madrugadas de sábado ocorrerão saraus e batalhas poéticas. Participarão diversos coletivos, como a Cooperifa, Slam da Guilhermina, Em Blues Band, Elo da Corrente, Sarau do Binho e Circo Incandescente.


Na segunda edição da Mostra Internacional de Cinema Digital (Cinema Bit) podem ser vistos filmes de baixo orçamento viabilizados com meios alternativos, como as plataformas de financiamento coletivo, e com estratégias de exibição fora do circuito comercial. A mostra, com diretores de diversas nacionalidades, acontece na Galeria Olido, no centro, e no Centro Cultural São Paulo, próximo a Estação Vergueiro do metrô. a madrugada do dia 13 de setembro acontece o Cinetério, com a exibição de clássicos do horror brasileiro no Cemitério da Consolação. Fazem parte da programação Ninfas Diabólicas (1974), de John Doo, Excitação, de Jean Garrett (Brasil, 1977), e As Sete Vampiras (1986), de Ivan Cardoso. No dia 27, o Zé do Caixão terá uma maratona, a partir das 23h, na Cinemateca Brasileira, zona sul.


O 3º Encontro de Literatura Divergente permitirá o encontro com escritores que buscam meios alternativos de produção, divulgação e distribuição de obras literárias. O evento reúne feira de livro, saraus e mesas de discussão com autores como Marcelino Freire e Nelson Maca, na Biblioteca Alceu Amoroso de Lima, zona oeste.


O Teatro Oficina abrirá as portas gratuitamente para com os espetáculos Cacilda!!! A Rainha Decapitada e Walmor y Cacilda 64 – Robogolpe, escritos e dirigidos por Zé Celso Martinez e Marcelo Drummond. Ambos retratam a trajetória da atriz Cacilda Becker.


Agência Brasil - Repórter Daniel Mello / Rede Mundo

#cultura