Buscar

Ministro Eduardo Lopes lançou 11ª Semana do Peixe em Brasília


O Mercado de Peixe da Ceasa, em Brasília, recebeu na manhã desta quinta-feira (4), o ministro da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, para o lançamento da 11ª Semana do Peixe, campanha realizada pelo ministério que tem o objetivo de incentivar o consumo de pescado pelo brasileiro.



A Semana do Peixe acontece de 1° a 14 de setembro com promoções de pescado em todo o país. Como tradicionalmente ocorre, a campanha contará com o apoio de redes de supermercado, feiras livres, mercados públicos, bares e restaurantes, escolas, colônias e sindicatos de pescadores, centros de nutrição e, principalmente, dos consumidores. Durante este período, as redes de supermercado costumam fazer promoções e a redução dos preços do pescado é, em média, de 30%.O DF se destacou na campanha no ano passado. De acordo coma Associação Brasileira de Supermercados, as vendas de pescado alavancaram 43 por cento nas grandes redes de supermercado da capital federal. Em setembro de 2013 foram vendidas no DF aproximadamente 27 toneladas de peixes, camarões e frutos do mar.



O pescado é considerado a proteína animal mais saudável do mercado, sendo recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 2013, O Brasil ultrapassou o patamar de consumo mínimo estabelecido pela OMS que é de 12 Kg/habitante/ano. Hoje, a população consome em média 14,5 quilos de pescado por habitante/ano. O consumo de pescado aumentou 25% de 2012 para 2013.



Para o presidente da Ceasa- DF, Wilder Santos, a campanha valoriza o consumo do pescado, o que aumenta a segurança alimentar. “O peixe é essencial para uma alimentação saudável e balanceada”, afirmou Wilder.



Segundo Francisco Baia, presidente da Haja peixe, associação que administra o Mercado, a expectativa é que as vendas aumentem em 30% nesse período.



O ministro Eduardo Lopes destacou que existe grande espaço para o aumento da produção de pescado no DF e no entorno, já que 80% do pescado consumido na regiãovem de fora. “No caso do DF, as oportunidades são muito grandes de se aumentar a produção local de pescado, principalmente através da piscicultura. A criação pode ser feita em viveiros escavados, onde a produção de tilápia atinge as dez toneladas por ano em apenas um hectare de lâmina d’água”, afirmou o ministro.





Marcaram presença no evento o representante dos Recursos Animais, Pesca e Segurança Alimentar, da Embaixada da Costa do Marfim em Brasília, Mel Emmanuel, o subsecretário de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural do DF, José Nilton Campelo Lacerda,o presidente da Central de Abastecimento do Distrito Federal, Wilder Santos, o superintendente Federal da Pesca e Aquicultura do Distrito Federal, Rafael Corsino, o presidente da Associação dos Aquicultores e Pescadores Artesanais da Região Integrada de Desenvolvimento do DF, Francisco Baia, além de lideranças do setor pesqueiro e do ministério da Pesca e Aquicultura.




Fonte: Ministério da Pesca e Aquicultura

#economia