Buscar

Fausto Souza pede instalação de PAC’s nos municípios que integram a Região Metropolitana de Manaus


Deputado Estadual FAUSTO SOUZA

Preocupado com o crescimento, expansão e desenvolvimento dos municípios que compõem a Região Metropolitana de Manaus (RMM), o deputado estadual Fausto Souza (PSD) encaminhou expediente ao governador do Estado do Amazonas, José Melo (PROS), sob forma de indicação, para que insira no “Plano de Expansão” a instalação dos Prontos Atendimentos ao Cidadão (PAC’s) nos municípios que integram essa região.



Hoje fazem parte da RMM, além de Manaus, os municípios de Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Manacapuru, Itacoatiara, Iranduba, Careiro da Várzea e Novo Airão, a proposta é extensiva ainda aos municípios de Tefé, Maués, Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira.



Segundo o deputado, a maioria da população amazonense está concentrada na RMM e como toda metrópole em franca expansão e desenvolvimento, com crescimento populacional e suas demandas surgem os mais variados problemas e carência de serviços nos seus diversos aspectos que crescem diariamente.



O deputado explica que o Governo do Estado, por meio da Ouvidoria Geral, implantou nos municípios de Manacapuru e Parintins os serviços dos PAC’s alternativos, que consiste em prestar diversos serviços à população entre eles: a expedição de 1ª e 2ª vias da Carteira de Identidade e de Trabalho, pagamentos de contas de água e bancário (Banco Bradesco), orientações empresariais e legalização de empresas.



“Todos esses serviços”, disse Fausto Souza, “são prestados em um único espaço onde estão localizadas diversas unidades dos órgãos governamentais das esferas federal, estadual, municipal, além de empresas privadas e programas sociais, atendendo e prestando serviços aos cidadãos amazonenses com qualidade, eficiência, conforto e com economia de tempo”.



Fausto Souza acredita que, com a instalação dos PAC’s Alternativos, nos municípios elencados nesta propositura, o Governo do Amazonas atenderá uma grande demanda da população em menos tempo e com maior eficiência, estabelecendo assim, uma melhoria nas relações com a população e nas suas diversas ações, eliminando as demandas concentradas na capital do Estado.



Fonte: Agência de Notícias da Aleam / Rede Mundo

#politica