Buscar

Chico Preto critica falta de gestão na segurança pública


Em pronunciamento no Pequeno Expediente na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) desta quinta-feira (4), o deputado estadual Marco Antônio Chico Preto (PMN) criticou a falta de gestão na segurança pública no Amazonas.



Segundo o parlamentar, há disparidade entre o discurso do governo e a realidade. “São mais de R$ 1 bilhão gastos em segurança por ano e o que se vê todos os dias nos jornais é que o número de homicídios no Estado aumentou, corroborando os dados do Sistema de Informação da Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, de que os casos de homicídio passaram de 502 para 1317 no ano de 2012”, apontou.



O deputado ressaltou, ainda, que está à disposição do Ministério Público (MP) para esclarecimentos sobre as circunstâncias da morte do policial militar, sargento José Marques, lotado na Casa Militar da Assembleia e morto em um latrocínio (roubo seguido de morte), na tarde da última terça-feira (2), enquanto acompanhava a esposa do deputado, após uma retirada no banco, enquanto ambos chegavam à sede do Partido da Mobilização Nacional (PMN), no bairro Eldorado, zona Centro- Sul. “Mais que um colega de trabalho, eu perdi um amigo e isso não tem preço. Além disso, desafio qualquer um a apontar alguma irregularidade de minha conduta de campanha”, declarou.



Em apartes, os deputados Luiz Castro (PPS), Marcelo Ramos (PSB) e Vicente Lopes manifestaram solidariedade ao deputado Chico Preto e à família do policial morto, reafirmando a necessidade de uma melhoria no sistema de segurança amazonense.



Fonte: Agência de Notícias da Aleam / Rede Mundo

#politicas