Buscar

Brasil conta com representante no programa Jovens Repórteres, do COI


COI.jpeg

Na edição de Nanquim, na China, programa conta com 35 estudantes de jornalismo, com idade entre 18 e 24 anos


Francisco Gonzaga é um dos representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude Nanquim 2014. O carioca de 22 anos, selecionado no programa de Jovens Repórteres, do Comitê Olímpico Internacional (COI), tem a missão de contar histórias.


O COI aproveita a oportunidade em que a juventude esportiva mundial está reunida para envolver jovens de outras áreas profissionais no espírito olímpico. Na edição de Nanquim, na China, o programa conta com 35 estudantes de jornalismo, com idade entre 18 e 24 anos. São futuros profissionais da mídia dos cinco continentes que experimentam durante 12 dias, junto à imprensa mundial, o melhor do esporte juvenil na atualidade.


O Brasil está presente no grupo seleto de jovens que vivenciam a experiência. Por ser sede dos próximos Jogos Olímpicos de Verão, no Rio de Janeiro, em 2016, o país conta com um representante: o carioca Francisco Gonzaga, estudante de jornalismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).


Hospedado na Vila Olímpica com os atletas, o brasileiro tem acesso a todas as modalidades. “O programa conta com representantes de todo o mundo. O COI escolhe um jovem de cada continente, mais um das cidades que receberão os próximos eventos olímpicos”, explica o carioca.


Além do brasileiro, o programa conta com representantes das Américas, África, Ásia, Oceania, Europa e das cidades-sede Nanjing 2014, Lillehammer 2016 e Buenos Aires 2018.


O sonho olímpico não se restringe aos atletas. Segundo Gonzaga, chegar a uma competição como Jogos Olímpicos ou Copa do Mundo de Futebol são grandes feitos também para os jornalistas. “Estou achando incrível toda a estrutura e as competições. Estou na Vila Olímpica com os atletas, fazendo as refeições com eles. Assim, estamos experimentando várias áreas do jornalismo, como texto, foto, televisão, rádio e mídia social. Até agora eu gostei mais da fotografia, que era uma coisa diferente e que eu não estava acostumado a fazer”, contou.

Rio 2016


O programa do COI de Jovens Repórteres é específico para os Jogos Olímpicos da Juventude, de verão e de inverno. O brasileiro aproveitou a oportunidade de o Brasil receber a edição Olímpica de 2016 para se candidatar a vaga e viver a experiência única. “Eu fiquei sabendo do programa e fiz a inscrição sem muitas pretensões. Quando fiquei sabendo que eu tinha sido selecionado, eu não acreditei. É uma oportunidade de conhecer pessoas de todo o mundo e entrar em contato com diferentes culturas. Quero aprender com as suas experiências e crescer como pessoa. Vou levar essa experiência para o resto da minha vida e pretendo viver novamente todo esse clima em 2016, no Rio de Janeiro”, ressaltou.


Fonte Portal Brasil, com informações do Ministério do Esporte

#esporte