Buscar

Espaço cultural criado em Brasília abrange diversos segmentos artísticos


Teatro Mapati possui um ateliê de artes visuais, duas salas para dança e múltiplas atividades e camarim. Projeto conta ainda com palco intinerante.


Idealizado há 23 anos por Tereza Padilha, o Teatro Mapati é um espaço cultural criado em Brasília que abarca diversos segmentos da expressão artística, o que inclui, além do próprio teatro, a dança, o circo e a música.


A Mapati nasceu depois uma tragédia pessoal na vida de Tereza. Quando seu filho morreu no início dos anos 90, a necessidade de envolvimento no universo mágico da arte transformou a dor em motivação para criar o que atualmente é uma das maiores referências artísticas brasilienses, um centro agregador de iniciativas que conta com as contribuições de diversos outros grupos da cidade.


O grupo promove também o "Sobre Rodas", que há mais de dez anos passeia por todo o País em um caminhão modificado, que reproduz a decoração do centro cultural com todas as suas cores e possui um pequeno palco para apresentações teatrais. O caminhão já atravessou os estados do Acre, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe, São Paulo e Tocantins. O espaço oferece ainda aulas gratuitas para toda a comunidade, estendendo o alcance para alunos de todas as classes sociais.


Localizado na 707 Norte, o espaço tem cerca de 420m² em três pavimentos que incluem um teatro com caixa cênica modular para até 120 espectadores, um ateliê de artes visuais, duas salas para dança e múltiplas atividades, camarim, copa e cozinha industrial, escritório, hall, bilheteria e lavabos. O que se destaca, porém, não é o tamanho, mas a beleza do lugar. Composto por diversas cores e inúmeros elementos ligados às artes, o ambiente é totalmente coerente com a proposta de convergência de expressões culturais e de exaltação da riqueza presente na nossa diversidade.


Fonte: Agência Brasil com informções do Ministério da Cultura

#cultura