Buscar

Petrobras conclui poço em tempo recorde no pré-sal


A Petrobras alcançou mais um recorde em suas atividades no pré-sal. A empresa perfurou e completou o poço 8-LL-38D-RJS, na área de Lula/Iracema Sul, no pré-sal, em 92 dias. Inicialmente estavam programados 121 dias para se concluir essa operação. Com o ganho de 29 dias, a companhia teve uma economia de US$ 25 milhões. Trata-se de um poço injetor que tem por objetivo ajudar na recuperação do petróleo através da injeção de gás no reservatório e, assim, otimizar a produção.

O poço entrará em operação no final deste ano com potencial de injeção superior a 2 milhões de metros cúbicos de gás por dia, interligado ao sistema de compressão da Unidade de Produção Cidade de Mangaratiba, em profundidade d´água de 2.214 metros. A profundidade do poço do nível do mar até o reservatório é de 5.450 metros. Devido à tecnologia desenvolvida pela Petrobras no pré-sal, atualmente a empresa já produz cerca de 500 mil barris de petróleo por dia nessa província, um patamar atingido apenas oito anos após a primeira descoberta. No Golfo do México, por exemplo, foram necessários 19 anos para se chegar ao mesmo nível de produção; no Mar do Norte, nove e, na Bacia de Campos (Brasil), esse índice foi alcançado 16 anos após a primeira descoberta.

A produtividade média por poço em operação comercial no Polo Pré-sal da Bacia de Santos tem sido da ordem de 25 mil barris de petróleo por dia, maior que a registrada no Mar do Norte (15 mil barris de petróleo por poço/dia) e no Golfo do México (10 mil barris de petróleo por poço/dia). Em 2020, a Petrobras deverá produzir 4,2 milhões de barris de petróleo por dia e o pré-sal será responsável por cerca de 50% desta produção.

Fonte: Agência Petrobras / Rede Mundo

#economia