Buscar

Lutadores são incluídos em programa de patrocínio individual


Decisão publicada no Diário Oficial da União beneficia 10 atletas de taekwondo, lutas associadas e boxe


O Ministério do Esporte contemplou mais dez atletas em seu programa de patrocínio individual de esportistas de alto rendimento.


A decisão dessa quarta-feira (23), publicada no Diário Oficial da União (DOU), beneficia atletas olímpicos de artes marciais sendo quatro lutadores de taekwondo, três de lutas associadas e três de boxe. Diogo Silva, quarto colocado nas Olimpíadas de Londres, ouro nos Jogos Militares de 2011 e ouro no Pan-americano de 2007 é um dos contemplados.


Atleta - Modalidade

Diogo André Silvestre da Silva - Taekwondo

Guilherme Cezário Felix - Taekwondo

Julia Vasconcelos dos Santos - Taekwondo

Márcio Wenceslau Ferreira - Taekwondo

Aline Ferreira da Silva - Lutas Associadas

Dailane Gomes dos Reis - Lutas Associadas

Joice Souza da Silva - Lutas Associadas

Michel de Souza Borges - Boxe

Patrick Chagas Valério Lourenço - Boxe

Robson Donato Conceição - Boxe


Para finalizar a parceria, os lutadores agora precisam assinar o Termo de Compromisso do programa e encaminhar ao ministério. A decisão completa pode ser acessada no Diário Oficial da União.


Patrocínio

O programa de patrocínio individual de esportistas de alto rendimento é voltado para os praticantes de modalidades que compõem o programa dos Jogos Olímpicos ou Paraolímpicos.


Para participar, o atleta deve estar em plena atividade esportiva, estar vinculado a um clube ou federação, apresentar declaração sobre o recebimento ou não de qualquer patrocínio, estar entre os 20 melhores do mundo da federação de sua modalidade e ter sido indicado pelas respectivas entidades nacionais de administração do desporto com os comitês olímpicos e paraolímpicos e o Ministério do Esporte.


O valor do patrocínio individual varia de R$ 5 mil a R$ 15 mil conforme o desempenho em competições internacionais. Mais informações no site doMinistério dos Esportes.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Imprensa Nacional / Rede Mundo

#esporte